CBF estuda retomada do público na Copa do Brasil; veja detalhes

CBF está planejando uma retomada gradual da presença de púbico a partir das quartas de final da Copa do Brasil no final de agosto

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: CBF

Com a vacinação avançando no Brasil e consideravelmente avançada nas capitais, a CBF planeja retomar seus eventos com a presença de público a partir do mês de setembro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Por isso, a Confederação Brasileira de Futebol enviou um ofício para todas as federações estaduais detalhando os planos para a retomada do público nas quartas de final da Copa do Brasil.

Caso os planos acabem seguindo em frente, o dia 25 de agosto marcará o retorno da presença de público em jogos do futebol nacional, mas não necessariamente de jogos realizados no Brasil.

Devido à liberação da Conmebol para a presença de público, o Flamengo voltará a jogar com torcida já nesta quarta-feira (21) diante do Defensa y Justicia, em jogo válido pela Libertadores. São esperados 10 mil torcedores no Estádio Mané Garrincha.

Nos ofícios enviados pela CBF, o protocolo exigirá testes negativos de RT-PCR para aqueles que não foram vacinados. Ainda há dúvidas quanto à exigência do teste para aqueles que já estiverem totalmente vacinados contra a Covid-19.

Ainda restam acertar detalhes com os Estados e municípios para obter a liberação de público nos jogos, determinando em quais locais seria seguro realizar jogos com a presença de público.

CBF: Público no Brasileirão apenas com liberação de todos os Estados

Cabe ressaltar também que, apesar da vacinação estar avançando nas capitais, há um ritmo lento predominante em diversos municípios do Brasil.

A Copa do Brasil será a competição da retomada de público para garantir que todos os clubes consiga realizar jogos com publico. No Brasileirão, o retorno será garantido apenas quando todos os Estados liberarem o retorno do público.

As informações foram divulgadas primeiramente pelo UOL e confirmadas pelo Torcedores.com.

LEIA MAIS