Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Chris Paul comanda vitória dos Suns em jogo 1 das finais

Sendo essa a primeira final da franquia desde 1993, Suns derrotam Milwaukee por 118 a 105 e abrem 1 a 0 na série

Davi Alves
Colaborador do Torcedores

Crédito: Chris Paul anotou 32 pontos em seu primeiro jogo nas finais. Divulgação: The Athletic

Phoenix Suns e Milwaukee Bucks abriram as portas para a série que irá definir o campeão da temporada 2021 da NBA. Já com muitas surpresas, como Giannis Antetokounmpo indo para a partida mesmo após um dano estrutural no joelho, o confronto fez jus ao histórico das duas equipes nesses playoffs. Phoenix venceu todos os primeiros jogos das séries em 2021, enquanto os Bucks perderam 2 e ganharam apenas 1, o que mostra um cenário não muito distante do que já esperávamos.

Phoenix Suns

Tendo o coletivo e o sistema organizado por Monty Williams como maiores qualidades do time, o Phoenix Suns jogou através do ritmo que Chris Paul colocou na partida. O jogador tomou as decisões mais importantes e a partir do 3Q, onde ele fez 16 de seus 32 pontos, o jogo começou a cair para o lado dos Suns. Devin Booker fez 27 pontos, mesmo tendo aproveitado apenas 38% de seus arremessos. Isso foi resultado dos 10 lances livres que o jogador acertou, um número maior do que o time inteiro dos Bucks, com um total de 9 lances livres. DeAndre Ayton fez 22 pontos e pegou 19 rebotes, tendo um aproveitamento de 80% dos arremessos.

Todo esse volume e eficiência vieram do alto uso do pick and roll. Phoenix chegou às finais como o 10° melhor ataque dos playoffs, então colocar 118 pontos na melhor defesa dessa pós-temporada não é para qualquer um. Ainda mais se for levado em conta que o time não atingiu essa marca em 11 dos 16 jogos na conferência oeste, enquanto Milwaukee impediu que os adversários chegassem em 118 pontos em 16 dos 17 jogos na conferência leste.

Milwaukee Bucks

Contando com a volta de Giannis Antetokounmpo, que mesmo não jogando 100% saudável fez 20 pontos e pegou 17 rebotes, o time dos Bucks foi nivelar à eficiência do adversário. Khris Middleton foi o jogador com a maior pontuação, com 29 pontos anotados, contudo, o único jogador que ficou com um plus/minus positivo foi o grego. Isso mostra que mesmo machucado, o impacto que ele tem em quadra vai muito além do box score, ainda mais se for visto o esforço defensivo que ele fez na partida, que protagonizou o que pode ser o toco da temporada.

A crítica feita para Mike Budenholzer se mostrou realidade nessa primeira partida. O técnico usou novamente o drop coverage como sistema defensivo e, de novo, não foi eficaz. Esse é o tipo de marcação que se usa contra times que não têm uma boa pontaria do perímetro e foca em proteger bolas mais próximas. Budenholzer usou esse sistema no jogo 1 contra o Atlanta Hawks e Trae Young fez 48 pontos e, novamente usando drop coverage, Chris Paul usa sua alta precisão em leitura e jogo de média distância para praticamente terminar o jogo no 3Q.

A próxima partida será no dia 8 de julho às 22h, horário de Brasília.

LEIA MAIS

Final da NBA entre Bucks e Suns terá confronto entre amigos de infância

6 jogadores da NBA que poderiam ter brilhado na NFL