Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Dirigente do Grêmio fala de Giuliano, crê em reviravolta no domingo e admite que elenco sentiu a saída de Renato

Vice-presidente Duda Kroeff falou sobre temas vinculados ao Grêmio em entrevista à Rádio Bandeirantes

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Apesar da animação da torcida gremista em cima do nome do meia Giuliano, que rescindiu em comum acordo o seu contrato com o Instambul Basaksehir, da Turquia, o vice-presidente do Grêmio, Duda Kroeff, tratou este nome com extrema cautela em entrevista à Rádio Bandeirantes nesta sexta-feira.

“Lá dentro do Grêmio, não ouvi nada sobre Giuliano”, desconversou.

No entanto, de acordo com informações do portal GZH, o Grêmio monitora a situação do meia e cogita, sim, uma investida. Ainda assim, o pensamento inicial de Giuliano é escutar novas propostas de clubes do exterior antes de pensar em voltar ao Brasil.

Com a camisa gremista, o jogador de 31 anos não conseguiu ser campeão, mas deixou boa imagem na passagem tida entre 2014 e 2016.

Duda fala de Tiago Nunes e saída de Renato no Grêmio

Com Tiago Nunes na corda bamba, o dirigente ainda acredita em uma reação no domingo, 20h30, diante do Atlético-GO, na Arena. Uma nova derrota deverá dar fim ao trabalho. Kroeff também admitiu, nesta entrevista, que a saída ainda recente de Renato Portaluppi gerou estranheza interna.

“Eu tenho a impressão que a saída do Renato causou, não digo trauma, mas uma certa estranheza. Eu sabia que quando ele saísse o Grêmio ia dar uma piorada, mas não estar na lanterna”, disse o dirigente, antes de falar de Tiago Nunes:

“O Romildo e o Marcos (Herrmann, vice de futebol) tem as condições necessárias para julgar se o treinador deve ficar ou sair. Antigamente a gente podia frequentar vestiário, hoje não pode mais pela Covid. E segundo o Marcos o trabalho é muito bom”.

O Grêmio, em seu pior início de Brasileirão desde 2003, no advento dos pontos corridos, é apenas o lanterna com 2 pontos.

LEIA MAIS:

Tiago Nunes cita “oportunismo” em pergunta sobre ausência de jovens e não vê falha de Paulo Victor: “Você já foi goleiro?”

Douglas Costa faz a esperada reestreia, pede calma para pegar ritmo e lamenta placar: “Primeiro tempo fomos irreconhecíveis”

As melhores notícias de esportes, direto para você