Olimpíada de Tóquio: conheça Douglas Souza, do vôlei do Brasil, que está bombando nas redes

Ponteiro da seleção masculina grava vídeos no Instagram e vem bombando entre internautas brasileiros

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Alexandre Loureiro/Getty Images

A Olimpíada de Tóquio nem começou, mas os internautas brasileiros parecem ter elegido seu atleta favorito. Estamos falando de Douglas Souza, ponteiro da seleção masculina do Brasil e do Tonno Callipo, da Itália.

Membro da equipe que defende o ouro nos Jogos do Japão, o jogador tem feito muito sucesso nas redes com seus vídeos, feitos desde o embarque na delegação até a Vila Olímpica, passando, claro, pelos treinamentos comandados pelo técnico Renan Dal Zotto.

O primeiro vídeo de Douglas que “bombou” foi de um “catwalk” no aquecimento da seleção brasileira, e chamou a atenção dos internautas para os vídeos em sua conta no Instagram, esta repleta de pérolas. O jogador zoa seus colegas de time, dança ao som de Pablo Vittar, faz o “coração do kpop”, enfim, o combo perfeito para viralizar nas redes sociais.

Douglas antes da fama: campeão olímpico e craque do vôlei

Aos 26 anos, Douglas Souza experimenta na internet uma fama que já tinha no mundo do vôlei. Esta porém, era mais um reconhecimento profissional, pelo enorme talento que tem no esporte. O ponteiro, que começou sua carreira em 2012 no Pinheiros e já fazia parte das seleções de base do Brasil.

Entre sua estreia e a Olimpíada do Rio, em 2016, conquistou quatro campeonatos Sul-Americanos de base (sub-17, 19, 21 e 23), uma Copa Pan-Americana e a medalha de prata no Jogos Pan-Americanos, esta em 2015. Parte do “elenco jovem” de Bernardinho em 2016, participou dos Jogos mais para ganhar experiência. O que deu certo.

De 2016 em diante, a carreira de Douglas no vôlei disparou. Foi bicampeão da Superliga (2019, 2021), do Campeonato Paulsita (2019, 2020), da Supercopa do Brasil (2020, 2021) e campeão do Troféu Super Vôlei (2021).

Já pela Seleção, levou o ouro na Copa dos Campeões (2017), da Liga das Nações (2021), e da Copa do Mundo (2019). Individualmente falando, seu grande brilho se deu no Mundial de 2018, em que, apesar de ficar com o vice-campeonato, foi eleito o melhor atacante e o melhor ponteiro.

Consagrado nas redes, no vôlei brasileiro e na seleção, Douglas busca agora se consagrar nas Olimpíadas, em busca de sua segunda medalha de ouro consecutiva — e como o “primeiro homossexual (assumido) no vôlei que conseguiu jogar em alto nível”.

Enquanto ficamos na torcida por esse grande momento, confira um compilado dos melhores momentos deste ícone até aqui:

LEIA MAIS

Olimpíadas: por erro, nadadores poloneses voltam de Tóquio antes mesmo do início dos Jogos

Olimpíada de Tóquio: craque da Holanda, adversária do Brasil, é cortada por lesão

Olimpíada de Tóquio: Italo Ferreira e Gabriel Medina fazem primeiro treino no Japão

Olimpíada de Tóquio: especialista diz que número de casos de Covid-19 está dentro do esperado