Fábio desabafa sobre crise do Cruzeiro: “Tive coragem em ter ficado aqui”

Fábio disse que recebeu diversas oportunidades de deixar o Cruzeiro, mas acabou tendo “coragem” para seguir no clube, apesar da crise e do rebaixamento

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Fábio, um dos poucos remanescentes do elenco campeão brasileiro pelo Cruzeiro e ídolo do clube, desabafou na tarde desta segunda-feira (19) sobre o péssimo momento.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

A derrota para o Avaí por 3 a 0 no Mineirão, ocorrida no último sábado (17), provocou diversos acontecimentos no Cruzeiro devido à insatisfação da torcida, incluindo ataque hacker no site oficial e invasão no CT.

Por isso, o goleiro optou por desabafar ao responder um torcedor em seu perfil oficial no Instagram, falando que está tentando “manter a paz” para evitar causar maiores problemas.

Ao citar os problemas do clube, Fábio disse que a torcida já quase quais são esses problemas e que o torcedor estava cobrando “da pessoa errada”, citando que ficou no Cruzeiro mesmo após receber propostas para sair.

Com apenas 11 pontos conquistados, o Cruzeiro está na 16ª colocação da Série B, apenas dois pontos à frente do Confiança, primeira equipe da zona de rebaixamento para a Série C.

Veja o desabafo de Fábio, sobre o Cruzeiro, na íntegra

“Cara tento manter minha paz pra seguir em frente, o que você quer que eu fale?! Falar o que a torcida já tem conhecimento, tumultuar ainda mais ainda o que já está difícil, pra dar mídia, não fico de boca calada como você disse, não preciso ficar expondo minhas cobranças.”

“Coragem é ter ficado no Cruzeiro tendo oportunidade recente de sair, tenho caráter e hombridade, mesmo sabendo das inúmeras dificuldades que iria enfrentar e cobranças sem respeito como a sua, decidi ficar e seguir em frente no Cruzeiro.

Você está cobrando da pessoa errada, lidar com alguns torcedores que não sabem 1/3 do que cobrei e tenho cobrado desde 2019, tem que ter muita fé e confiança em Deus pra manter o caminho.”

LEIA MAIS