Jogos Olímpicos: Onde estão os medalhistas de ouro no futebol em 2016?

Gabigol, Gabriel Jesus, Neymar e Weverton seguem na seleção brasileira. Mas e os outros jogadores que venceram os Jogos Olímpicos no Rio?

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Fotos Públicas / Ministério do Esporte

Falta pouquíssimo tempo para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. Buscando bater recordes de medalhas nesta edição, o Brasil acredita em um novo ouro com o futebol masculino na equipe comandada por André Jardine.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!


Leia mais: 

Róger Guedes, Paulinho e mais: Veja acordos que podem ser concretizados

VAR no Brasileirão: Veja os times mais “prejudicados” e “favorecidos”

Ceni causou crise após pedir atletas de Fortaleza, Cuiabá e Ceará; veja nomes


Com grandes promessas, a seleção olímpica brasileira é tratada também como um experimento para jovens que podem ser usados na Copa do Mundo de 2022. Do elenco da edição anterior, Gabigol, Jesus, Luan e Weverton acabaram na equipe de Tite depois do ouro olímpico. Mas onde estão os outros?

CONFIRA ONDE ESTÃO OS MEDALHISTAS DE OURO DA SELEÇÃO EM 2016:

Goleiros:

  • Weverton: Deixou o Athletico para o Palmeiras e atualmente é considerado o melhor goleiro do Brasil.
  • Uilson: Ficou no Atlético Mineiro até 2019, depois foi para o Coimbra. Hoje tem 27 anos de idade.

Zagueiros:

  • Marquinhos: É considerado um dos melhores zagueiros do mundo e permanece como titular na Seleção e no PSG.
  • Rodrigo Caio: Deixou o São Paulo e conquistou diversos títulos em fase histórica do Flamengo, onde segue até hoje.
  • Luan Garcia: Deixou o Vasco da Gama para ser multicampeão como titular no Palmeiras em 2018 e 2020.

Laterais:

  • Zeca: Deixou o Santos em momento conturbado, passou por Bahia e Internacional, e hoje joga no Vasco da Gama.
  • Douglas Santos: Saiu do Atlético Mineiro como grande promessa, não teve chances na Seleção e hoje atua no Zenit, da Rússia.
  • Wiiliam: Ex-Internacional, o lateral-direito permaneceu no Wolfsburg, da Alemanha, mas foi emprestado ao Schalke 04 nesta temporada.

Volantes:

  • Walace: Elogiado na época do Grêmio, o volante deixou o Hamburgo, da Alemanha, para jogar na Udinese, da Itália, em 2019.
  • Rodrigo Dourado: Após sofrer com lesões, o jogador permaneceu no Internacional e nunca atingiu o patamar que prometia.
  • Thiago Maia: Deixou o Santos para jogar no Lille, da França, mas não teve sucesso na Europa e está emprestado no Flamengo.

Meias:

  • Renato Augusto: Foi importante na seleção brasileira de Tite, jogou a Copa do Mundo e permaneceu no Beijing Guoan, da China. Hoje, busca rescisão e pode voltar ao Corinthians.
  • Felipe Anderson: Ex-Santos, o meia deixou a Lazio, passou pelo West Ham, da Inglaterra, e o Porto, de Portugal, e agora voltou à equipe da Itália.
  • Rafinha: Filho de Mazinho, o meia deixou o Barcelona para jogar ao lado de Neymar no Paris Saint-Germain.

Atacantes:

  • Neymar: Seguiu como principal jogador da Seleção, mas deixou o Barcelona para brilhar no Paris Saint-Germain.
  • Gabigol: Deixou o Santos para a Inter de Milão, não teve sucesso, voltou à equipe paulista e, no ano seguinte, passou a entrar na história do Flamengo.
  • Gabriel Jesus: Foi campeão pelo Palmeiras e depois acertou com o Manchester City, onde joga até hoje e coleciona títulos com Guardiola.
  • Luan: Venceu Copa do Brasil e Libertadores com Grêmio nos anos seguintes, mas caiu o nível na sequência e hoje é reserva no Corinthians.