Jornalista detona o Corinthians após clube “atravessar” o Grêmio em negociações de peso no Mercado da Bola: “clube sem ética”

Timão deve anunciar novos nomes

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

As contratações do Corinthians no Mercado da Bola têm dado o que falar, especialmente pelo tamanho dos atletas que podem ser anunciados pelo clube. O Timão já anunciou Giuliano, que estava na Turquia, e pode ter nos próximos dias Renato Augusto e Roger Guedes, que estavam no futebol chinês.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O jornalista Farid Germano, influenciador do Grêmio, se revoltou com as negociações do Corinthians. Segundo ele, o clube paulista “atravessou” o Tricolor gaúcho nos acordos com Giuliano, que já atuou com a camisa do clube, e Roger Guedes.

Veja a revolta do jornalista:

Corinthians é o time MAIS SEM ÉTICA do Brasil. ATRAVESSOU dois negócios do Grêmio. Tricolor estava acertado com Giuliano ele dobraram o salário. Roger Guedes acertou sexta-feira com o Grêmio no sábado o Corinthians dobrou. Dirigentes sem ética alguma. Quero ver pagar! QUEBRADOS!

O Timão anunciou Giuliano após o atleta se desligar do Istanbul Basaksehir, da Turquia. Os outros dois nomes de peso que estão próximos do Corinthians só devem chegar da mesma forma, livres no Mercado da Bola e sem pagamento para aquisição. O clube arcaria apenas com salários. O alvinegro paulista liberou 17 jogadores na janela de transferências e aliviou sua folha salarial nos últimos meses. Mesmo assim, o Corinthians deve quatro meses de salários para as divisões de base.

Leia mais:
Mercado da Bola: Ex-Flamengo negocia com o Atlético-GO para o Brasileirão; Liberação do atual clube é difícil

Mercado da Bola: Renato Gaúcho pede e Flamengo paralisa negociações por jovem zagueiro; Técnico promete utilizar o jogador

De fuga e insegurança a destaque e titularidade: como Patrick de Paula saiu de comunidade no RJ para se tornar peça-chave no Palmeiras

Abel Ferreira dá risada irônica e lembra papo com a diretoria ao ser questionado sobre possíveis saídas de Viña e Wesley