Mauro Cezar pede para o torcedor do Flamengo não se empolgar com Renato Gaúcho: “Jorge Jesus é melhor”

Renato Gaúcho faz sua estreia no comando do Flamengo nesta quarta-feira

Rogério Araujo
Jornalista.

Crédito: Reprodução/Espn Brasil

O jornalista Mauro Cezar Pereira analisou a chegada do técnico Renato gaúcho ao Flamengo e a demissão do treinador Rogério Ceni, que deixou o clube após desgaste interno. Ele também afirmou que o novo comandante do rubro-negro é inferior a Jorge Jesus e relembrou a temporada 2019.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Ficou insustentável e a diretoria fez o que geralmente fazem os cartolas do futebol quando há uma pressão muito grande pela demissão de um treinador: não sustentam a situação, mandam embora. Dessa vez, foi no meio da madrugada, um negócio até muito feio para o clube”, começou Mauro Cezar ao Uol Esporte.

“O Flamengo queria o Renato? A impressão que fica é que o Flamengo foi buscar o técnico que estava disponível, que foi jogador do clube e que era ídolo da torcida, mas andou perdendo um pouco dessa idolatria por confrontos, como jogador e treinador, especialmente em 2019. O que prejudicou a imagem dele com a torcida não foi só por provocações ao Jorge Jesus, mas porque ele foi atropelado pelo português, e ficou muito clara a diferença entre ele e o Jorge Jesus, que é bem superior a ele. O Jorge Jesus é muito melhor e isso ficou muito claro”, completou.

Para concluir, o comentarista ainda destacou para que o torcedor flamenguista não se empolgue, mas que Renato pode sim dar certo no time. “Vai dar certo? O Flamengo está, de novo, reposicionando velhos personagens. Muito confuso. As perspectivas não são das mais animadoras. O que dá para perceber é que o Flamengo tem um elenco muito bom e, durante o trabalho do Rogério Ceni, o time desenvolveu uma forma de jogar. Foi com essa proposta de jogo que o time arrancou para ser campeão brasileiro”, disse ele. “Se o Renato conseguir aproveitar o lado bom dessa herança e aprimorar, o time pode funcionar. Mas ainda não é momento para muita empolgação por parte do torcedor do Flamengo. É aguardar e ver o que ele vai fazer, de que maneira ele vai movimentar as peças nesse xadrez rubro-negro”, concluiu.

Às 21h30 (de Brasília) de hoje (14), o Flamengo entra em campo no primeiro jogo comandado por Renato Gaúcho. O rubro-negro enfrenta o Defensa y Justicia, na Argentina, pela ida das oitavas da Libertadores.

LEIA MAIS: