Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mercado da Bola: Meia tem futuro incerto e pode deixar o Atlético-MG

Júlio César pertence ao Sport e está emprestado ao Atlético

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético

O mês de julho será decisivo para o Atlético definir o futuro de Júlio César, meia canhoto, 18 anos e que está emprestado pelo Sport. Caso queira permanecer com o jovem, o Galo já sabe quanto precisará pagar ao clube pernambucano: R$ 400 mil por 70% dos direitos econômicos. A informação é do Superesportes.

Nesta temporada, Júlio César chegou a receber algumas oportunidades no time principal, durante a disputa do Campeonato Mineiro. Diante do Uberlândia, por exemplo, quando o Atlético venceu por 4 a 0, o meia-atacante marcou um dos gols. Era sua terceira aparição na equipe de cima.

Atlético-MG mercado da bola.png

Na ocasião, Júlio César ganhou elogios de Lucas Gonçalves, auxiliar permanente do Atlético. “É um meia canhoto, que também entrou muito bem, dando dinâmica naquilo que a gente precisava. Essa era a orientação para ele, para que ele se sentisse à vontade, utilizasse o recurso do passe, que ele tem muito bem”.

Veja também: Mercado da Bola: Atacante deixa o Atlético-MG e fecha com clube da Série A

Antes de atuar no time principal, o garoto brilhou na campanha do título brasileiro sub-20. Júlio César chegou ao Atlético em maio de 2020, após se destacar na base do Sport. Apesar de muito jovem, ganhou destaque e passou a figurar no profissional dos pernambucanos.

A contratação de Júlio passou pelo departamento da base e profissional, à época comandados por Alexandre Mattos e Júnior Chávare. Os mineiros haviam cedido três jogadores (Patric, Maidana e Bruninho). Em contrapartida, três promessas do Sport chegaram.

No caso de Júlio, há um valor definido entre as partes caso o Atlético queira assinar em definitivo.

LEIA MAIS: