Mercado da Bola: presidente do Inter fala sobre Guerrero e comenta a chance de perder Edenilson

Alessandro Barcellos atualizou alguns temas do mercado da bola do Inter em entrevista à Rádio Gaúcha

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Ricardo Duarte/Inter

Em entrevista concedida à Rádio Gaúcha nesta quarta-feira, o presidente colorado Alessandro Barcellos tratou abertamente de alguns assuntos, como por exemplo a situação de Paolo Guerrero. O jogador tem contrato apenas até dezembro e ainda não está disponível para jogar.

Na volta após longo período parado por lesão ligamentar no joelho, que necessitou de cirurgia em agosto de 2020, ele sentiu novamente dores e inchaços no local, gerando tendinite. Uma videoartroscopia foi feita para a correção, e desde então o peruano vem trabalhando a sua condição física.

“Nós temos que ter cuidado para não apressar uma volta e prejudicar a recuperação total. Talvez essa até tenha sido uma questão que a gente tenha enfrentado. Ele se sentia bem, mas teve uma recaída. Tenho conversado com ele, que tem manifestado muita vontade de jogar. Estamos trabalhando no retorno dele. A expectativa é de que ele possa nos ajudar o mais rápido possível”, considerou Barcellos.

A otimista previsão feita pelo clube é que ele volte a trabalhar com bola junto aos demais companheiros na próxima semana. O tema de renovação contratual, no entanto, ainda não é tratado.

Mercado da Bola: Edenilson é comentado por Barcellos

Alvo do Al Shabab, da Arábia Saudita, que apresentou proposta nos últimos dias, Edenilson segue sendo parte do elenco do Inter e a negociação sequer é admitida por Barcellos. O dirigente, contudo, admite a necessidade de fazer caixa com mais vendas de atletas:

“O Edenilson é um dos ativos mais importantes do nosso grupo. É normal que se tenha especulação. O Edenilson tem contrato com o clube e está feliz. Ele é um líder deste grupo. O nosso interesse é de que ele permaneça e continue nos ajudando. Neste momento, diria que não tem nenhuma possibilidade, diante das sondagens que surgiram, de o Edenilson sair do Inter”, falou o dirigente, antes de ampliar:

“Não escondemos que estamos sendo procurados por outras equipes. Temos um planejamento (financeiro) que precisa ser cumprido. Precisamos de uma receita extraordinária na venda de atletas. No entanto, o Inter não vai rasgas os seus ativos”.

Com Edenilson, o Inter joga a ida das oitavas de final da Libertadores nesta quinta-feira, 21h30, diante do Olimpia, fora.

LEIA MAIS:

Grêmio anuncia a volta de Felipão, informa tempo de contrato e dirigente se empolga: “Vontade juvenil de trabalhar”

Méndez elogia reforço do Inter, fala de duelo com Diego Souza e diz que fez do último Gre-Nal “uma guerra”

Douglas Costa cita culpa maior dos jogadores por fase do Grêmio e fala de Felipão após derrota para o Palmeiras