Na mira da Chapecoense, ex-meia do Vasco interessa a clube argentino

Leandro Desabato está livre no mercado desde fevereiro após passagem pelo futebol japonês

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rafael Ribeiro /Vasco

Livre no mercado desde fevereiro, o volante Leandro Desabato é um nome que agrada a Chapecoense. O Torcedores.com apurou que o argentino está sendo monitorado pelo clube desde a chegada do técnico Jair Ventura.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Contudo, a Chapecoense mantém cautela e avalia a operação financeira como algo difícil em uma eventual negociação com o meio-campista. Afinal, a diretoria entende que a alta do dólar pode prejudicar os cofres do clube.

Com boa passagem pelo Vasco em 2018, Leandro Desabato tem o perfil buscado pela comissão técnica, com qualidade técnica, perfil de liderança e por atuar na posição em que está a maior carência no elenco de Jair Ventura.

Após o treinador abrir possibilidade de contratações dentro da realidade de momento por causa da crise causada pelo coronavírus, a Chapecoense começou a mapear o mercado em busca de jogadores sem clube.

Além de Leandro Desabato, o Verdão do Oeste Catarinense tem interesse na contratação do meia Lucas Mugni, ex-Flamengo e Sport. O camisa 10 está desempregado desde junho após deixar o Gençlerbirligi, da Turquia.

Chapecoense não fará leilão por Desabato

A Chapecoense agora tem concorrência na disputa pela contratação de Leandro Desabato. Segundo pessoas ligadas ao estafe do atleta, um clube argentino entrou em contato nos últimos dias para buscar informações sobre a situação do atleta.

Segundo informações obtidas pelo Torcedores.com, o Rosário Central fez uma sondagem ao meio-campista. A princípio, não foi apresentada proposta oficial aos representantes do jogador. Além disso, Leandro Desabato também é monitorado por um clube da Turquia.

A chegada da concorrência, no entanto, não muda o posicionamento da Chapecoense nas conversas. Os parâmetros econômicos são considerados viáveis tendo em vista a falta de receitas nos últimos meses.

Apesar de entender que Leandro Desabato pode dar mais peso ao elenco, a diretoria, por sua vez, não pretende fazer leilão para contratá-lo. Internamente o discurso é de que o clube precisa respeitar seu orçamento para não enfrentar dificuldades até o final do ano.

Revelado pelo Vélez Sarsfield, Leandro Desabato teve passagem destacada pelo Vasco em 2018. Ele disputou 51 partidas pelo clube de São Januário. No ano seguinte, ele se transferiu para o Cerezo Osaka, do Japão, onde realizou 52 jogos pela equipe na J-League.

LEIA MAIS: 

Marcelo Cabo observa base do Vasco após convocação de Ricardo Graça para Tóquio 2020 

Alex Teixeira no Besiktas? O que nós sabemos sobre o interesse do clube turco no ex-jogador do Vasco 

Primo de goleiro do São Paulo assina contrato com o Peñarol