Palmeiras goleia Atlético-GO fora de casa e abre vantagem no Brasileirão

Palmeiras conseguiu vitória por larga vantagem em Goiânia para chegar a sexta vitória consecutiva no Brasileirão 2021, mantando a liderança

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Reprodução

Atlético-GO Atlético Goianiense 0-3 Palmeiras Palmeiras
Brasileirão 2021 - 12ª Rodada

O Palmeiras chegou a sétima vitória consecutiva neste domingo (18) ao vencer o Atlético-GO fora de casa por 2 a 0, na 12ª rodada do Brasileirão.

Nos primeiros minutos da etapa inicial, o Verdão conseguiu se impor no campo adversário e construiu boas oportunidades de gol, mas o gol acabou não vindo. Aos poucos, o Atlético-GO tentou manter mais a posse,  mas levou pouco perigo.

A volta do intervalo ficou marcada por um jogo mais lento, mas o Palmeiras foi aumentando novamente a pressão até Éder marcar gol contra ao tentar tirar a bola de Willian. No final do jogo, Gustavo Scarpa ampliou em grande jogada do Verdão e Breno Lopes fechou a goleada.

Com a vitória, o Palmeiras chegou a 28 pontos, abrindo três de vantagem na liderança do Brasileirão contra o vice-líder Atlético-MG. Já o Atlético-GO segue com 15 pontos.

Primeiro tempo

O Palmeiras foi responsável por controlar as ações na primeira parte do jogo, mantendo mais a posse, enfrentando um Atlético-GO que marcava dentro de seu próprio campo e conseguia reduzir espaços.

Logo na saída de jogo, Dudu partiu pela direita e fez o cruzamento. A bola resvalou em Willian Maranhão e quase encobriu Fernando Miguel, que espalmou para escanteio.

Porém, depois da chance inicial, o Palmeiras encontrava barreiras para conseguir finalizar novamente. Aos 5′, Mayke recebeu livre e tentou cruzar, mas jogou para fora. Aos 8, Dudu tabelou com Veiga, mas acabou travado no momento do cruzamento.

Na segunda boa jogada, o Palmeiras chegou bem aos 14′ com Veiga saindo  pela esquerda e achando Patrick de Paula pelo meio. No cruzamento, o volante pegou de primeira da entrada da área, mas bateu em cima da zaga. Depois do escanteio, Veiga achou Willian por dentro, que bateu firme em bola que saiu por cima.

O placar quase foi aberto aos 20′ com Wesley achando Willian por cima dos zagueiros, cabeceando e achando Raphael Veiga que bateu de primeira e quase marcou o primeiro do Verdão.

Depois da parada técnica, o Atlético conseguiu diminuir mais os espaços e boa parte do jogo passou na intermediária. Na primeira chance do jogo, o Atlético-GO chegou com André Luís driblando os marcadores e saindo no 1v1 contra o goleiro Weverton. No momento do chute, o corte foi providencial. Arthur Gomes tentou completar de bicicleta mas não alcançou.

Enfrentando a dura marcação adversária, o Palmeiras chegou com perigo apenas uma vez mais no primeiro tempo. Aos 38′, Zé Rafael arriscou  de muito longe e a bola passou perto do gol, assustando Fernando Miguel.

Já nos acréscimos, uma nova chance de perigo para o Atlético-GO depois que Felipe Melo derrubou Arthur Gomes na entrada da área. O meia cobrou a falta por cima da barreira e a bola passou perto do goleiro Weverton.

 

Segundo tempo

Eduardo Barroca voltou com Zé Roberto no lugar de Lucão para os contra-ataques, mas o início do segundo tempo foi pouco movimentado, com o Palmeiras trocando muitos passes e ameaçando pouco o adversário.

O Atlético-GO tentava se organizar para atacar, mas o Palmeiras pressionava alto e fechava muito os espaços, dificultando a situação do Dragão. A entrada de Arnaldo no lugar de Dudu também não ajudou muito.

Aos poucos, o Palmeias foi conquistando mais espaços novamente até chegar ao primeiro gol. Wesley foi acionado por Veiga na esquerda e cruzou na grande área. Willian estava pronto para escorar, mas Éder acabou marcando gol contra, aos 13′ do segundo tempo.

Depois do gol, Abel Ferreira optou por alteração tripla com Deyverson, Breno Lopes e Gustavo Scarpa entrando nos lugares de Willian, Dudu e Veiga.

O Atlético-GO tentou reagir  com Arthur Gomes cobrando escanteio aos 20′, mas Zé Rafael cortou o perigo. Na sequência, o Zé Roberto recebeu dentro da área e tentou o chute, mas a bola sobrou no pé de Mayke que desviou e quase surpreendeu Weverton.

No final do jogo, o Palmeiras teve a chance de ampliar com Viña tabelando na esquerda com Scarpa, sendo travado no momento do cruzamento. No escanteio, Zé Rafael cabeceou sozinho na primeira trave, mas desperdiçou.

Quando exigido, Weverton salvou o Palmeiras na última chance de perigo do Atlético-GO, depois que Arthur Gomes cobrou falta com bastante intensidade. Porém, aos 45′ do segundo tempo, o Palmeiras confirmou a vitória.

Em jogada pela direita, Deyverson recebeu o cruzamento e avançou para achar Breno Lopes, que cruzou na medida para Gustavo Scarpa cabecear e marcar, aos 45′ do segundo tempo. O VAR analisou e confirmou o gol cinco minutos depois.

Antes do apito final, aos 50′ do segundo tempo, o Palmeiras ampliou. Deyverson tomou a bola no meio-campo e rolou para Breno Lopes com liberdade para marcar o terceiro gol.

 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0-3 PALMEIRAS

Data: 18/07/2021, 16:00
Estádio: Antônio Accioly
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim

Gols: 2T 14′ Éder (gol contra/Palmeiras); 2T 50′ Gustavo Scarpa (Palmeiras); 2T 52′ Breno Lopes (Palmeiras)

Substituições – Atlético: Zé Roberto (Lucão); Arnaldo (Dudu); Jonas Toró (Janderson); Ronald Pereira (A.Luis)

Substituições – Palmeiras:  Breno Lopes (Dudu); Gustavo  Scarpa (Raphael Veiga); Deyverson (Willian); Danilo (Patrick de Paula); Viña (Wesley)

Atlético-GO (4-2-3-1): Fernando Miguel; Dudu, Lucas Oliveira, Éder, Igor Carius; Marlon Freitas, Willian Maranhão; André Luis, Arthur Gomes, Janderson; Lucão. Técnico: Eduardo Barroca

Palmeiras (4-2-3-1): Weverton; Mayke, Felipe Melo, Gustavo Gómez, Renan; Zé Rafael, Patrick de Paula; Raphael Veiga, Dudu, Wesley; Willian. Técnico: Abel Ferreira

LEIA MAIS