Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Técnico de time da NFL é demitido depois de recusar tomar vacina para COVID-19

A equipe promoveu Paul Rauscher para o cargo de técnico de linha ofensiva

Luís Martinelli
Jornalista, fã de esportes americanos (NFL, NHL, MLB e NBA), futebol australiano e de fantasy sports. Criador dos @BlogNEJ, @BrasilFooty e @ViciadoFSports

Crédito: C. Morgan Engel/Minnesota Vikings

Nesta sexta-feira (23), o Minnesota Vikings demitiu Rick Dennison por causa de sua recusa em tomar a vacina contra a COVID-19.

Dennison estava nos Vikings desde a temporada 2019, ocupando o cargo de técnico da linha ofensiva e coordenador do jogo terrestre. É provável que ele seja o primeiro treinador da liga a ser despedido por não querer se imunizar.

Todos os membros da “prateleira 1” do staff das franquias são obrigados a se vacinar. Dessa forma, treinadores, executivos do front-office, gerente de equipamento e olheiros. Os jogadores não precisam tomar a vacina, porém deverão encarar protocolos mais restritos, enquanto os atletas imunizados não terão.

Anteriormente, a NFL enviou um memorando afirmando que os integrantes da “prateleira 1” devem apresentar motivos religiosos e médicos válidos para não serem vacinados. Caso percam o status de “tier 1”, os treinadores vão perder o direito de ficar pessoalmente com os jogadores no campo e nas reuniões.

Para o lugar de Dennison, os Vikings promoveram o técnico assistente de linha ofensiva Phil Rauscher. Ainda, a franquia contratou recentemente Ben Steele, que trabalhava como analista de times especiais da universidade de Auburn.

Rick Dennison trabalha na NFL desde 1995. Nesse ínterim, ocupou cargos de assistente ofensivo, técnico de special teams, treinador de linha ofensiva e coordenador ofensivo. Nas temporadas 2019 e 2020, com os Vikings, Dennison auxiliou o time a estar entre os 10 melhores da liga correndo com a bola.

LEIA MAIS

NFL estabelece punições em caso de surtos de COVID-19 nos times

Jogador dos Vikings revela: “Temos um time para vencer o Super Bowl, esta temporada”