Olimpíada de Tóquio: Suécia surpreende, domina EUA e vence na estreia

Seleção sueca mostra força e faz 3 a 0 sobre a irreconhecível seleção estadunidense; Blackstenius e Hurtig marcaram os gols da partida

Lucas Ayres
Colaborador do Torcedores

Crédito: Dan Mullan/Getty Images

Foi com “surpresa” a abertura do grupo G do torneio de futebol feminino da Olimpíada de Tóquio. A Suécia não tomou conhecimento das adversárias e bateu a toda-poderosa seleção dos EUA por 3 a 0 nesta quarta-feira (21), no estádio de Tóquio.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Os gols foram marcados pela atacante Stina Blackstenius, que abriu e ampliou o placar, e pela sua substituta, Lina Hurtig, que fechou a conta aos 24 do segundo tempo. Além das duas, a goleira Hedvig Lindahl foi precisa nas poucas intervenções necessárias ao ataque estadunidense, que só contou com Megan Rapinoe por cerca de 30 minutos da etapa final.

A vitória coloca a Suécia na liderança do grupo G, com três pontos, enquanto os EUA aguardam o “clássico” entre Austrália e Nova Zelândia, que começa logo menos, às 08h30, para saber o tamanho do “estrago” que foi a derrota na estreia.

Na próxima rodada, marcada para sábado (24), a seleção sueca encara as australianas, novamente às 05:30, só que em Saitama, mesmo palco em que as norte-americanas tentam se recuperar contra as neozelandesas, às 08:30.

Ficha do jogo Suécia x EUA

Suécia (4-3-3): Lindahl; Glas, Amanda Ilestedt, Björn e Andersson;Asllani, Seger e Angeldal(Bennison); Jakobsson (Janogy), Blackstenius (Hurtig) e Rolfö (Schough). Técnico: Kurt Gerhardsson

EUA (4-3-3): Naeher; O’Hara, Dahlkemper, Sauerbrunn e Dunn(Davidson); Horan, Lavelle (Kristie Mewis) e Sam Mewis(Ertz); Heath(Rapinoe), Press e Morgan(Lloyd). Técnico: Vlatko Andonovski

Gols: Blackstenius, 24′ 1T e 8′ 2T;  Hurtig, 26′ 2T;

LEIA MAIS

Olimpíadas de Tóquio: Com show e recorde de Marta, Brasil goleia a China na estreia

Olimpíada de Tóquio: goleada consagra Marta e maiores artilheiras do Brasil com Pia

Confira as seleções com maiores chances de medalha de ouro no futebol feminino

Olimpíada de Tóquio: craque da Holanda, adversária do Brasil, é cortada por lesão