Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Técnico da Ponte Preta prevê “jogo duro” contra o Botafogo, mas avisa: “Vamos trabalhar para vencer”

Gilson Kleina também destaca a importância do empate fora de casa diante do CRB, que tirou a Macaca do Z4

Adriano Oliveira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Álvaro Jr/ PontePress

A Ponte Preta empatou pelo placar de 1 x 1 com o CRB neste domingo (1), em partida disputada no estádio Rei Pelé, em Maceió, que fechou a 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a equipe de Campinas possui agora os mesmos 13 pontos de Vitória, Londrina e Cruzeiro, mas deixou a zona de rebaixamento ao subir para a 16ª posição da tabela pelos critérios de desempate.

O time treinado por Gilson Kleina conquistou o empate fora de casa com gol do atacante Rodrigão e atuou com um jogador a menos em praticamente todo o segundo tempo.

Para o comandante alvinegro, é preciso destacar a importância do ponto conquistado diante do CRB, que briga pelo G4, e também a postura “combativa” mostrada dentro de campo pela sua equipe.

“O time dominou as ações no primeiro tempo, teve confiança, coragem, trabalhou bem a bola. Tivemos uma boa movimentação na hora da construção, mas falhamos no último terço. Tanto que, quando tomamos a melhor decisão, fizemos o gol. E a gente tomou o gol também quando estava melhor na partida, de bola parada, mas o importante foi a reação logo em seguida”, analisou Kleina.

A Macaca volta a campo no próximo domingo (8), às 20h30, contra o Botafogo, no estádio do Engenhão, pela 16ª rodada, e o treinador enfatiza que a semana será de muito trabalho para “manter a coragem e a confiança” demonstradas em Maceió e sair do Rio de Janeiro com um resultado positivo.

“Já estamos começando a semana conversando com nossos analistas, estudando o jogo do Botafogo, que com certeza estará confiante para nos enfrentar. Eles vêm de três vitórias com novo comando, ganharam clássico e estarão nos próprios domínios. Mas vamos trabalhar para vencer, manter essa coragem que demonstramos, essa confiança, sermos ambiciosos para conseguir os três pontos”, avalia Gilson Kleina. E completa:

“Temos que ver o lado positivo desse empate: a gente saiu da zona de rebaixamento e fez quatro pontos contra times que postulam o G4, como Goiás e CRB. E, quando você vê o comportamento, principalmente no primeiro tempo, dá uma expectativa de ver um time mais solto, com setores mais equilibrados para buscar uma vitória fora de casa”.

Do outro lado, o Botafogo vem de triunfo por 2 x 0 no clássico contra o Vasco e aparece em nono lugar somando 22 pontos, quatro a menos que o Avaí, o quarto colocado e que fecha o grupo de acesso para a Série A. O Naútico lidera a competição com 30 pontos.

LEIA TAMBÉM

Olimpíadas de Tóquio 2020: Confira o quadro de medalhas completo

Primeira derrota do Náutico, Botafogo passa o Vasco e mais: Tudo sobre a 15ª rodada do Brasileirão Série B