Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Inveja? Kalil rebate ataques de investidor do Atlético-MG e manda recado: ‘Fracassado’

Kalil ficou extremamente incomodado com as palavras do ex-presidente do Atlético

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Divulgacao/Atlético-MG

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, respondeu as duras declarações de Ricardo Guimarães, ex-presidente do Atlético-MG e um dos investidores do clube. À Itatiaia, Guimarães criticou o veto do público nos estádios e viu como motivação política a decisão. Segundo ele, haveria inveja pelo momento positivo que atravessa o Galo e que pessoas estariam torcendo contra.

Na sede da Prefeitura, nesta segunda-feira (23), Kalil viu a fala de Guimarães como “descabidas, violentas e asquerosas”.

“Falar que o Kalil torce contra o Atlético é uma ofensa a mim e aos meus filhos. Nesses últimos anos estamos sendo agredidos pelo Ricardo Guimarães sorrateiramente. Acabou. Repito: acabou! Se quiser me tirar do campo de futebol, estou às ordens. Me respeite. Respeite minha família. E respeite a grife que colocamos, que é a família Kalil”, disse Kalil.

“Ciúme e inveja é coisa de fracassado, senhor Ricardo Guimarães. É coisa de quem não ganhou nada. Coisa de frustrado. É coisa de quem levou o Atlético ao seu maior desastre em todos os tempos. É um sentimento que não tenho”, completa.

Na sequência, no campo do futebol, Kalil apontou para a gestão de Guimarães quando presidiu o Atlético. Segundo ele, o pior que o clube já teve.

“Quero lembrar que ele foi o presidente que nos empurrou para a Segunda Divisão, que é, sem dúvida nenhuma, o pior presidente que passou por lá. Há 15 anos, o senhor Ricardo Guimarães cobra juros do Atlético e garantia de cotas de TV. A pseudo dívida que o Atlético tem com o senhor Ricardo Guimarães, é exclusivamente do seu mandato”, disse o prefeito.

Entenda

Neste domingo, a prefeitura de Belo Horizonte voltou atrás e decidiu vetar a presença de público nos jogos realizados na capital mineira. Horas depois, Ricardo Guimarães criticou a medida em entrevista à Rádio Itatiaia.

“Sabem que o sucesso encaminhado no Atlético pelos abnegados Rubens, Rafael, Renato, Sérgio, Zé Murilo, além do sucesso profissional do Rodrigo Caetano, Cuca e todos os jogadores e colaboradores podem estar causando inveja e ciúmes em gente na prefeitura. É o que parece. Parece que estão torcendo contra, por mais que digam o contrário”.

LEIA MAIS: