Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após seis jogos no comando do time, Marcelo Chamusca, ex-Botafogo, é demitido pelo Náutico

Marcelo Chamusca venceu apenas um jogo enquanto esteve à frente do Timbu

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Náutico

Antes de mais nada, o Náutico anunciou nesta quarta-feira a demissão do técnico Marcelo Chamusca. O treinador, que chegou ao clube em agosto, se despede do comando da equipe pernambucana após 33 dias.

A queda de Marcelo Chamusca acontece um dia após a derrota por 2 a 1 para o Londrina, pela 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Internamente, a pressão era imensa para o treinador deixar o cargo, já que o time piorava a cada partida.

A princípio, pesou na conta de Marcelo Chamusca a falta de padrão tático nas últimas partidas. Além disso, o treinador perdeu o apoio do elenco após entrar em rota de colisão com as principais lideranças, entre elas o atacante Matheus Carvalho.

Em sua passagem pelo Timbu foram seis jogos, uma vitória, dois empates, três derrotas e um aproveitamento de 28% dos pontos disputados. Com isso, o time perdeu uma posição e se distanciou do G4 da Série B. Hoje, o clube ocupa a oitava posição da competição.

Além de Marcelo Chamusca, a diretoria também demitiu o auxiliar técnico Caio Autuori e o preparador físico Roger Gouveia. Agora, o clube vai recorrer ao mercado em busca de um novo técnico. Nomes como os de Guto Ferreira, Jair Ventura, Paulo Bonamigo e Paulo César Gusmão já são especulados nos bastidores.

Em busca da reabilitação na Série B do Brasileirão, o Náutico a campo contra o Remo, sexta-feira, às 19h, no Baenão, em Belém. Até lá, o time será comandado pelo interino Marcelo Rocha.

Marcelo Chamusca encara segunda demissão em 2021

Contratado para comandar o Botafogo na Série B do Campeonato Brasileiro, Marcelo Chamusca não resistiu à pressão externa da torcida devido aos maus resultados do time na temporada.

Pelo clube carioca, ele teve um aproveitamento de 50%, com 26 jogos, nove vitórias, 12 empates e seis derrotas. Vale ressaltar que ele foi substituído por Enderson Moreira que colocou o Botafogo no G4 da Série B. 

LEIA MAIS: 

Em fase final de contrato com o Botafogo, Gatito Fernández acelera recuperação por volta aos gramados 

Alto salário de jogadores “escanteados” dificulta Grêmio a negocia-los com outros clubes 

Grêmio recebe sondagem de clube da Série A para empréstimo de Victor Ferraz