Torcedores – Notícias Esportivas

Felipe Melo defende Neymar por aparecer rindo ao lado de Messi após final da Copa América: “Sei que ele sofreu”

Brasil perdeu a Copa América no Maracanã para a Argentina e Neymar recebeu críticas

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles

Crédito: Foto: Reprodução

Após a derrota do Brasil para a Argentina na final da Copa América no Maracanã, Neymar foi flagrado chorando, mas em seguida tirou fotos e apareceu rindo ao lado de Lionel Messi. O camisa 10 da seleção e PSG foi criticado por supostamente não ter sofrido com a perda do título.

Felipe Melo, em entrevista à ESPN argentina, saiu em defesa de Neymar e declarou que o jogador revelado pelo Santos sofreu com a derrota, que culminou com a quebra de um jejum de 28 anos da Argentina e concretizou o primeiro título pela seleção de Messi.

“Muitas pessoas o criticaram no Brasil. Creio que Messi e Neymar são amigos, se vê por exemplo que Messi fez o primeiro gol com o PSG e dá para ver na cara de Neymar a felicidade. Tem a alegria de jogar, conhecer e ser amigo de Messi. Não sei quem fez a foto, mas acredito que quando você perde um jogo, é normal ficar conversando com seus amigos. Eu conheço Neymar, falo com ele, e sei que ele sofreu e chorou muito. O que sai é que na foto o Neymar está rindo e as pessoas aqui falam que Neymar não se importou com a derrota, para ele estar normal porque ganha muito dinheiro. Não é assim. Eu conheço Ney. Ele chorou. Mas as coisas são assim, não podemos abrir nossas vidas para as pessoas entrarem”, explicou Felipe Melo, finalista da Copa Libertadores com o Palmeiras.

Apesar de defender Neymar, o volante do Palmeiras ressaltou que ‘não faria igual’ e deu o exemplo do último final de semana, quando a equipe comandada por Abel Ferreira perdeu o clássico para o Corinthians na Neo Química Arena por 2 a 1, com dois gols de Róger Guedes.

“Eu não faria. Eu joguei contra o Corinthians e não entrei no jogo porque estava sendo poupado para o Atlético-MG. Acabou a partida e fiquei nervoso porque havíamos perdido o jogo. Mas eu sou assim. É um jogo importante, contra um grande rival, tínhamos que ganhar. Depois do jogo recebi uma mensagem do Willian e disse “não tive a chance de falar contigo, mas depois nos falamos”. E eu falei “perfeito, teremos outra chance, mas não era hora, eu não quero falar com ninguém, principalmente com quem ganha de mim”. Mas cada um reage do seu jeito”, completou ele.

O Palmeiras está na final da Copa Libertadores da América e enfrenta o Flamengo de Renato Gaúcho, no dia 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai.

LEIA TAMBÉM

Milagre em dose dupla! Diego Alves salva o Flamengo contra o Barcelona na Libertadores; assista

Especialista em pênalti? A cada três cobranças, Diego Alves defende uma pelo Flamengo no Brasileirão

De olho na final? Goleiro do Palmeiras, Weverton descarta pensar na Libertadores: “Foco no Brasileirão”

Ficar quieto? Felipe Melo manda recado para Richarlison sobre provocações envolvendo a Argentina

Tudo sobre a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo

Palmeiras: Futuro de Abel Ferreira pode estar com dias contados e depende de uma condição