Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras e Atlético-MG empatam em jogo truncado pela Libertadores

Palmeiras e Atlético-MG fizeram um jogo muito travado e sem grandes oportunidades de gol; decisão da vaga ficará para o Mineirão

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Mauro Horita / Conmebol Media

As melhores notícias de esportes, direto para você

 
Palmeiras Palmeiras 0-0 Atlético Mineiro Atlético-MG
Conmebol Libertadores 2021 - Semifinal (Ida)

Palmeiras e Atlético-MG empataram por 0 a 0 no jogo de ida válido pelas semifinais da Libertadores, disputado nesta terça-feira (21) no Allianz Parque.

O Atlético-MG transitou mais no campo ofensivo durante o primeiro tempo, mas houve equilíbrio com poucas chances reais de gol para ambas equipes. O Galo teve chance de abrir o placar com pênalti no final dos primeiros 45 minutos, só que Hulk desperdiçou e evitou uma grande desvantagem ao Palmeiras antes do intervalo.

A situação não mudou na segunda etapa e o equilíbrio permaneceu com poucas oportunidades de gol para os dois lados. Os goleiros mal trabalharam e o jogo ficou muito truncado na região do meio-campo.

Atlético-MG e Palmeiras definirão a primeira vaga para a final da Libertadores na próxima terça-feira (28), com a presença da torcida no Mineirão, às 21h30 pelo horário de Brasília.

Primeiro tempo

Logo no apito inicial, o Palmeiras tentou pressionar o Atlético-MG na velocidade. Rony construiu flanco direito e achou Raphael Veiga na entrada da área, mas a zaga cortou e jogou para o lado. Em seguida, Rony tentou experimentar de longe e foi travado.

Com a bola, o Atlético-MG encarou marcação compacta do Palmeiras com as linhas em bloco intermediário, dentro do próprio campo. Sem a bola, o Galo alternava entre a marcação em bloco alto e intermediário, não permitindo que o Palmeiras conseguisse pensar as jogadas.

Na primeira jogada de perigo, Diego Costa pressionou Weverton e o goleiro deu chutão para se livrar da bola. Na disputa pela bola, Rony sofreu falta de Guilherme Arana.

Aos 5′, Mariano chegou pela direita e cruzou na área, mas Gustavo Gómez afastou. Na sobra, Hulk se preparava para finalizar quando foi derrubado por Felipe Melo em falta perigosa. Só que a cobrança bateu na barreira e a conclusão foi ruim na sobra.

Três minutos depois, o árbitro Patrício Loustou precisou intervir quando Nacho Fernández caiu após dividida com Felipe Melo pelo alto. Com o passar do tempo, o jogo tenso começava a ganhar em intensidade e velocidade.

Aos 12′, o Palmeiras conseguiu executar pela primeira vez o contra-ataque depois que Junior Alonso errou passe. Rony carregou a bola até a intermediária e experimentou de fora, mas acabou chutando fraco.

Logo em seguida, foi a vez do Atlético-MG mostrar qualidade na transição ofensiva. No lançamento em profundidade feito por Diego Costa, o lateral Guilherme Arana pareceu com liberdade no flanco esquerdo (espaço que devia estar sendo preenchido por Rony) e bateu cruzado, em chute que passou ao lado da trave do goleiro Weverton.

Tentando responder, o Palmeiras novamente surpreendeu o Galo com marcação mais adiantada e roubou a bola no campo de ataque. Zé Rafael conseguiu deixar a marcação para trás, mas acabou sofrendo falta perigosa. No entanto, a tentativa da jogada ensaiada foi ruim e o cruzamento de Dudu foi cortado com facilidade.

As equipes tiveram outras oportunidades aos 23′. Dudu acionou Veiga na entrada da área e o meia tentou cruzar de primeira. A bola desviou e Rony ficou com a sobra, mas acabou errando o alvo na finalização. No contragolpe, Hulk percorreu o corredor esquerdo e jogou na área. Mariano ficou com a sobra e acionou Zaracho que tentou o voleio, só que o chute saiu sem perigo.

No restante do primeiro tempo, o Atlético-MG passou a controlar mais a posse de bola, aproveitando-se principalmente dos erros nas saídas de bola pelas laterais do alviverde. No entanto, chances reais de gol não surgiram em jogadas criadas pois a partida ficou muito travada no meio-campo.

Os atleticanos tentaram chegar com Nacho Fernández cruzando e Junior Alonso desviando na primeira trave. Marcos Rocha afastou, mas Guilherme Arana aproveitou  a sobre e ajeitou na entrada da área, errando o alvo.

O maior acontecimento do primeiro tempo ocorreu aos 40 minutos. Jair recebeu por trás de Piquerez pela direita e chegou à linha de fundo. No cruzamento para trás, Gustavo Gómez deu carrinho em cima de Diego Costa dentro da área. O árbitro Patricio Loustau marcou pênalti e Cuca vibrou na beira de campo, só que Hulk acabou desperdiçando a cobrança ao acertar a trave esquerda.

 

Segundo tempo

O Palmeiras tentou pressionar no início do segundo tempo. Aos 2′, Marcos Rocha tabelou com Luiz Adriano na entrada da área. O atacante dominou na área, só que acabou caindo e reclamou de falta. Hulk arrancou no contra-ataque e experimentou de fora. mas a bola saiu por cima.

Os visitantes tomaram novamente as ações do jogo rapidamente. Nacho Fernández recebeu com grande liberdade na intermediária e deixou para Diego Costa abrir achando Hulk. Na tentativa do corte pela esquerda, perdeu o domínio da bola.

Em nova investida, Nacho Fernández recebeu na intermediária e acabou recendo falta de Luiz Adrian nas costas. Nacho cruzou à meia altura na cobrança da falta, só que a bola saiu por linha de fundo.

Aos 8′, mudança importante no Galo. Gustavo Gómez cometeu falta em cima de Diego Costa e o atacante colocou a mão da parte posterior da coxa, sendo substituído logo em seguida por Keno, que possui características ofensivas diferentes. Keno entrou pela esquerda, jogou Nacho pela direita e centralizou Hulk.

O jogo voltou a ficar mais travado durante o segundo tempo com dinâmica semelhante ao primeiro tempo. Mesmo com mais posse de bola, o Atlético-MG não conseguia encontrar espaços para criação de jogadas de perigo. Em nova tentativa aos 18′, Zaracho tentou puxar o contragolpe, mas acabou sendo desarmado por Luiz Adriano.

Em seguida, Abel Ferreira executou as primeiras mudanças do Palmeiras com as entradas de Deyverson e Wesley nos lugares de Luiz Adriano e Dudu, que saiu muito irritado com a substituição e não cumprimentou o técnico Abel Ferreira.

A equipe mineira seguia tentando chegar para levar uma vitória do Allianz Parque. Aos 21′, Hulk passou por Zé Rafael na intermediária, mas foi travado por Felipe Melo, que deixou o campo em seguida para entrada de Danilo.

Aos 26′, Wesley tabelou com Piquerez que saiu percorrendo o corredor esquerdo, mas acabou sendo desarmado. Aos 31′, Danilo errou no meio-campo e Galo trabalhou até Keno receber na linha de fundo. No cruzamento, Weverton defendeu com tranquilidade.

Allan fez jogada individual de qualidade aos 33′ com um chapéu em cima de Danilo, mas o árbitro marcou falta em cima de Jair no meio-campo. O volante tentou lançar Nacho na direita, mas a bola saiu muito forte.

A chance de maior perigo no segundo temo ocorreu aos 35 minutos, na cobrança direta de Hulk no gol de Weverton. Mesmo saindo pela linha de fundo, a bola passou perto.

No final do jogo, Nathan e Eduardo Sasha entraram nos lugares de Nacho e Hulk, que também deixou o campo irritado com a substituição. Antes dos acréscimos, Patrick de Paula teve oportunidade de falta pela direita, mas cruzou muito forte e isolou a bola na cobrança, na última chance do jogo.

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0-0 ATLÉTICO-MG

Data: 21/09/2021, 21:30
Estádio: Allianz Parque
Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)

Substituições – Palmeiras: Deyverson (Luliz Adriano); Wesley (Dudu); Danilo (Felipe Melo); Patrick de Paula (Zé Rafael); Gabriel Veron (Rony)

Substituições – Atlético-MG: Diego Costa (Keno); Vargas (Zaracho); Nathan (Nacho Fernández); Eduardo Sasha (Hulk)

Palmeiras (4-2-3-1): Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan, Piquerez; Felipe Melo, Zé Rafael; Rony, Raphael Veiga, Dudu; Luiz Adriano. Técnico: Abel Ferreira

Atlético-MG (4-4-2): Éverson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso, Guilherme Arana; Zaracho, Jair, Allan, Nacho Fernández; Hulk, Diego Costa. Técnico: Cuca

 

LEIA TAMBÉM

Grêmio: 6 jogadores que estão com o futuro ‘em aberto’ no clube

O que o Internacional sabe sobre Daniel Alves após sondagem gaúcha; Atlético-MG é favorito

Auxiliar do Internacional pede para jogador tomar cartão e ser suspenso

Companheiro revela o que incomoda Messi no PSG

Comentarista aponta campeão do Brasileirão: “Sem dúvida nenhuma”

CBF altera três jogos da tabela do Brasileirão 2021; veja as mudanças

Veja as chances de título e rebaixamento do Brasileirão após a 21ª rodada