Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Sabotagem? Delegação de Guiné-Bissau passa mal após jantar no Marrocos

As duas seleções se enfrentam nesta quarta-feira pelas Eliminatórias

Guilherme Lopes
Estudante de Jornalismo, apaixonado pelas estatísticas do bom jogo. Vivo e penso sobre futebol o dia todo.

Crédito: Divulgação//FFGB

Uma polêmica vem ganhando holofotes no mundo todo, sobretudo no continente africano. Na última terça-feira, os jogadores da Seleção de Guiné-Bissau jantaram normalmente após desembarcaram no Marrocos, adversário das Eliminatórias Africanas nesta quarta-feira (6).

O que a delegação não esperava, é que todos os atletas passariam mal após se alimentarem. Os 25 jogadores e comissão técnica foram parar no hospital com diarreia e vômitos (alguns vomitando sangue). Baciro Candé, treinador da equipe, confirmou o ocorrido.

A federação de Guiné-Bissau acusa os marroquinos de sabotagem. Segundo os mesmos, o restaurante teria sido orientado a servir alimentos de qualidade duvidosa, provocando uma intoxicação alimentar. Sendo assim, o Marrocos seria favorecido no confronto.

Atualmente as duas seleções brigam ponto a ponto por uma classificação na Copa do Mundo no Catar, em 2022. Com quatro pontos conquistados, Guiné-Bissau lidera o Grupo I, seguido de perto por Marrocos com 3 pontos. Lembrando que apenas uma Seleção passa de fase.

Por outro lado, mesmo com os jogadores de Guiné-Bissau inaptos para o duelo, ainda não existe uma confirmação que a partida será adiada. A federação do país tenta um adiamento do confronto junto a CAF (Confederação Africana de Futebol). Enquanto isso, o jogo segue marcado para esta quarta-feira, às 16h.

LEIA TAMBÉM

Algoz do Brasil e goleador no Napoli: quem é Victor Oshimhen

“Daria trabalho” Rivaldo diz que brigaria pelo prêmio de melhor do mundo, atualmente

Champions League 21/22: 10 jovens jogadores para ficar de olho

TV Cultura se acerta com SBT e também vai transmitir a Liga Europa no Brasil