Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Fórmula 1: Horner manda recado para Mercedes antes do GP dos EUA

Chefe da Red Bull fala da maior rival na atual Fórmula 1

Alexander Rodrigues
Redator no @AlemanhaFC, @Torcedorescom, ADM da página @futebolcomamor e torcedor do Feyenoord.

Crédito: Divulgação/Instagram - @christianhorner

Christian Horner, chefe da Red Bull, deixou bem claro qual é o maior objetivo de sua equipe nessa temporada: bater a Mercedes e interromper o domínio que o time alemão tem tido na categoria desde 2014.

“Será nossa maior conquista. Se você olhar para a força da Mercedes e o domínio que ela teve, fica claro que ninguém se aproximou deles durante anos. Ninguém os colocou sob esse tipo de pressão nesta fase da temporada, então será um grande feito se conseguirmos.” – afirmou Horner, que também abordou o que levou ao domínio da equipe alemã.

“O maior fator foi a mudança do motor em 2014. Todos os fabricantes, exceto a Mercedes, subestimaram esse impacto. Quando aparecemos, estávamos dois anos atrás da Mercedes. Foi frustrante. É muito fácil perder a motivação, mas havia aqui o desejo de voltar para uma posição vencedora e tivemos uma tremenda continuidade durante esse período, muitas das pessoas aqui estiveram conosco de 2010 a 2013, porém, também trouxemos outra geração de talentos.” – finalizou o chefe da equipe Red Bull de Fórmula 1.

Fique ligado aqui no site Torcedores para saber tudo sobre o esporte no Brasil e em todo o mundo!

Fonte: GE

Leia também

Fórmula 1: Max Verstappen quase deu um soco em Hamilton segundo ex-piloto; entenda

Fórmula 1: Alonso aponta ‘mal necessário’ na categoria: “Sempre precisará.”

Fórmula 1: Estrela da categoria deixa de participar de série da Netflix: “Forjam coisas”

Fórmula 1: Categoria fica em alerta com possível volta de figura polêmica

Série B, decisão no Brasileirão Sub-20, Premier League e mais: veja a agenda com os jogos de hoje

Alianza Lima monta “força-tarefa” para contar com Paolo Guerrero em 2022; veja detalhes da oferta

Campeão do mundo faz revelação sobre mercado da bola quando era profissional e detona: “era escravizado”

Rivaldo elege melhores times do Brasil e vê ‘prejudicado’ pela Libertadores