Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Liverpool dá show e goleia Manchester United com hat-trick de Salah

Liverpool foi amplamente dominante no Old Trafford e conseguiu uma goleada histórica diante do Manchester United; Salah marcou hat-trick

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional, basquete e esportes americanos.

Crédito: Premier League

Manchester United Manchester United 0-5 Liverpool Liverpool
Premier League 2021/22 - 9ª Rodada

Em um verdadeiro massacre no Old Trafford, o Liverpool goleou o Manchester United de Cristiano Ronaldo e Ole Gunnar Solskjaer por 5 a 0 neste domingo (24), em jogo válido pela 9ª rodada da Premier League.

Aproveitando-se das falhas defensivas os Red Devils, o Liverpool abriu o placar no início com Keita e ampliou com Diogo Jota, em assistência de Alexander-Arnold.

Apesar de criar oportunidades de perigo na tentativa de reação, o Old Trafford se calou diante de Mohamed Salah. No final do primeiro tempo, o egípcio marcou dois gols e dançou em cima de Luke Shaw, Lindelof e Maguire para transformar a vitória em goleada.

Para ficar tudo perfeito aos Reds, Salah marcou no início do segundo tempo e fechou a goleada com mais um hat-trick. O torcedor que deixou o Old Trafford após o quinto gol não viu Pogba entrar, falhar no quinto gol e ser expulso com quinze minutos dentor de campo.

Primeiro tempo

Os Red Devils começaram indo para cima no Old Trafford e conseguiram um lance de extremo perigo logo aos 4′ em que o placar deveria ter sido aberto.

Konate errou passe no meio-campo e perdeu para Rashford que surgiu percorrendo por dentro para acionar Greenwood na entrada da área. Bruno Fernandes surgiu na direita com espaço e finalizou sem muita força, parando em defesa do goleiro Alisson que agarrou firme para salvar o Liverpool.

Logo em seguida, o contragolpe foi armado e os Reds conseguiram aproveitar aproveitar a oportunidade para abrir o placar. Roberto Firmino lançou nas costas da defesa do United e Mohamed Salah dançou em cima de Lindelof e Maguire para avançar e deixar Keita na cara do gol, vencendo o goleiro De Hea.

Jogando no erro adversário, Keita conseguiu encontrar espaço no lance seguinte e achou Roberto Firmino na área com espaço em chute perigoso por baixo que parou em boa defesa do goleiro De Gea.

Aos 10′, Keita perdeu a bola no meio e Rashford tentou acelerar em nova oportunidade para o United. Henderson foi deixado para trás, mas Rashford tomou a decisão errada na finalização e chutou baixo pelo lado esquerdo da área, em bola que saiu ao lado do goleiro Alisson.

Em nova oportunidade de contragolpe em velocidade, o Liverpool aproveitou novamente mais uma confusão defensiva dos comandados de Ole Gunnar Solskjaer. Maguire e Luke Shaw se enrolaram e Keita recebeu na entrada da área para acionar Alexander-Arnold na direita e o cruzamento baixo sair na medida para Diego Jota completar com liberdade e empurrar às redes.

Diante de um silencioso Old Trafford, o ataque do Manchester United seguiu criando e aproveitou maior controle da posse para ameaçar os Reds. Aos 22′, Luke Shaw encontrou espaço de longe pela esquerda e experimentou chute rasteiro em bola que passou muito perto do gol pela esquerda.

Outra grande oportunidade surgiu aos 29′ com Greenwood encontrando espaço suficiente na área pela esquerda para finalizar e exigir grande defesa de Alisson.

Porém, o Liverpool voltou a pressionar e quase ampliou aos 32′. Vivendo excelente temporada, Salah quebrou a marcação pela direita após erro grosseiro de Rashford e o atacante chegou na pequena área para bater, mas De Gea fez grande defesa. O egípcio não viu Diogo Jota dentro da área, com liberdade.

Logo em seguida, Bruno Fernandes cruzou na área em profundidade e Cristiano Ronaldo estava pronto para concluir, mas Robertson salvou no momento da conclusão e evitou o gol. O Manchester United seguia criando, só que não chutava no alvo e finalizava pouco, tendo problemas para diminuir espaços.

Por isso, o Liverpool aproveitou mais uma oportunidade aos 38′ e transformou a vitória em goleada. Firmino e Salah tabelaram e o egípcio lançou Jota para receber de volta e chutar. O chute saiu bloqueado, mas Keita pegou o rebote pela direita e devolveu para Salah concluir e vencer De Gea.

Os Reds seguiram com maior controle da posse e dominando o jogo no meio-campo, enquanto o United tentava parar lances com faltas. Luke Shaw, Fred e Cristiano Ronaldo tomaram cartões amarelos num intervalo de três minutos.

Inspiradíssimo, ainda restou tempo para Salah ampliar no primeiro tempo e deixar o placar em 4 a 0 diante do Manchester United. Robertson e Jota trabalharam bem a jogada na esquerda, mas o atacante português inverteu para Salah surgir com total liberdade e espaço na direita e fazer a infiltração, batendo de primeira e deixando De Gea sem nenhuma chance de defesa.

 

Segundo tempo

A torcida do Manchester United estava deixando o Old Trafford ainda no intervalo, mas a situação ficou ainda pior logo no início do segundo tempo.

Substituindo o jovem Greenwood no segundo tempo, Salah perdeu a bola no meio-campo e Henderson conseguiu um cruzamento sensacional para Salah aproveitar a oportunidade e tirar do goleiro De Gea, marcando aos 5′ mais um hat-trick na temporada.

O Manchester United tentou o gol de honra logo em seguida e Cristiano Ronaldo surgiu nas costas da defesa pela esquerda. Em jogada individual, trouxe para o meio após cruzamento e bateu firme para vencer Alisson, mas o VAR detectou impedimento de CR7 quando recebeu a bola e o gol foi anulado.

Aos 14′, o VAR foi chamado novamente para analisar a dura entrada de Pogba em Keita com pé alto. Anthony Taylor não teve dúvidas ao cancelar o cartão amarelo e aplicar cartão vermelho para Pogba, transformando em pesadelo total o jogo para o Manchester United.

Totalmente dominante nas ações do jogo, o Liverpool quase buscou o sexto aos 26′. Alexander-Arnold criou espaço na área e chutou firme tentando o ângulo, só que David De Gea cresceu e salvou o Manchester United de tomar mais um gol.

Aos 29′, Diogo Jota lançou Salah nas costas da defesa e a posição era legal, mas o egípcio não conseguiu alcançar o passe e os Red Devils se salvaram de outra grande chance.

No final do jogo, o Manchester United recebeu apoio do torcedor depois que McTominay cruzou na pequena área e Edinson Cavani chutou de primeira, mas a bola parou na trave e evitou o chamado “gol de honra”.

 

FICHA TÉCNICA
MANCHESTER UNITED 0-5 LIVERPOOL

Data: 24/10/2021, 12:30
Estádio: Old Trafford
Árbitro: Anthony Taylor

Gols: 1T 5′ Keita (Liverpool); 1T 13′ Diogo Jota (Liverpool); 1T 38′ Salah (Liverpool); 1T 49′ Salah (Liverpool); 2T 5′ Salah (Liverpool)

Substituições – Man.United: Pogba (Greenwood); Cavani (Bruno Fernandes); Dalot (Rashford)

Substituições – Liverpool: C.Jones (Milner); Oxlade-Chamberlain (Keita); Mané (R.Firmino)

Manchester United (4-2-3-1): David De Gea; Aaron Wan-Bissaka, Victor Lindelof, Harry Maguire, Luke Shaw; Fred, Scott McTominay; Mason Greenwood, Bruno Fernandes, Marcus Rashford; Cristiano Ronaldo.

Liverpool (4-3-3): Alisson; Trent Alexander-Arnold, Ibrahima Konate, Virgil Van Dijk, Andrew Robertson; Jordan Henderson, James Milner, Naby Keita; Mohamed Salah, Roberto Firmino, Diogo Jota.

 

LEIA TAMBÉM

Ministério Público abre processo e Benzema, do Real Madrid, pode ir para a prisão

Barcelona x Real Madrid: Busquets ameaça recorde de Xavi e Messi

Primeiro clássico de Vinícius Jr. contra Barcelona teve ‘rabiscada’ e jogada para gol; relembre

Camisa reserva ‘vazada’ do Barcelona para 2022 é alvo de piadas na internet

Santos é o time com mais vitórias como mandante no Brasileirão de pontos corridos; veja o ranking

Campeão do mundo faz revelação sobre mercado da bola quando era profissional e detona: “era escravizado”

Rivaldo elege melhores times do Brasil e vê ‘prejudicado’ pela Libertadores

Palmeiras pode ganhar reforços em caso de classificação para o Mundial