Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Manchester United define futuro de Solskjaer

Diretoria do Manchester United define futuro do pressionado treinador norueguês

Alexander Rodrigues
Redator no @AlemanhaFC, @Torcedorescom, ADM da página @futebolcomamor e torcedor do Feyenoord.

Crédito: Divulgação - Manchester United FC

Depois da goleada humilhante de 5×0 imposta pelo Liverpool em pleno Old Trafford no último domingo (24), muitos achavam que Ole Gunnar Solskjaer já era carta fora do baralho no Manchester United, porém de acordo com o Manchester Evening News um fato novo deu uma sobrevida ao norueguês.

O jornal relata que nada menos do que Sir Alex Ferguson, lenda viva do Manchester United, esteve no centro de treinamentos do clube nesta terça-feira (26) e passou alguns conselhos para Solskjaer, demonstrando que acredita que o treinador deve ser mantido pela direção da equipe inglesa. A mesma fonte indica que Solskjaer tem mais três jogos para salvar o seu cargo e eles não serão nada fáceis.

O primeiro desafio será contra o Tottenham fora de casa pela Premier League, depois a Atalanta também fora pela Champions League e nada menos do que o derby contra o Manchester City em Old Trafford. Agora, resta saber se o treinador norueguês chegará até lá.

Fique ligado aqui no site Torcedores para saber tudo sobre o esporte no Brasil e em todo o mundo!

Leia também

Manchester United e Liverpool batalham por joia holandesa do Ajax

Man United: Ole Gunnar Solskjaer já tem novo destino após deixar Old Trafford

Filha de lenda do Manchester United posta vídeo bizarro em rede social; confira

Manchester United: Jamie Carragher aponta principal medo da diretoria dos Red Devils

Palmeiras? Flamengo? Atlético-MG? Veja a lista dos times que mais venceram de virada na era dos pontos corridos do Brasileirão

Brasileirão: surpresa entre os líderes e Santos afundado no Z4; confira classificação do returno

Renato Gaúcho demitido? Flamengo toma decisão diante de cenário de críticas e pressão

Técnico de time da Série A quis manter ‘ética’, deixou de pedir demissão e acabou demitido