Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Técnico de time da Série A quis manter ‘ética’, deixou de pedir demissão e acabou demitido

Treinador não quis deixar time na mão, mas acabou mandado embora

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

A Série A do Campeonato Brasileiro em 2021 está recheada de histórias e uma delas foi escrita em um único dia em uma troca de treinadores.

Há poucos dias, o Juventude demitiu o técnico Marquinhos Santos, mas poucas horas depois o treinador já estava fechado com o América-MG.

O jornalista Paulo Vinicius Coelho, porém, revelou que Marquinhos já tinha em mãos a proposta do América-MG enquanto ainda dirigia o Juventude na Série A. Por ética, porém, o treinador decidiu seguir no time de Caxias do Sul.

O técnico comandou a equipe em jogo em casa com o Grêmio, ficou no empate por 0 a 0 e acabou sendo demitido pela diretoria. Veja:

“O Marquinhos Santos estava extremamente dividido, aceita ou não aceita (a proposta do América-MG). Éticamente como iria largar o Juventude? Primeiro ano da volta (à Série A). Por outro lado, o América-MG está fechando com investidor estrangeiro, vai vir dinheiro de fora, chance enorme no ano que vem de comçar o projeto. ‘Se eu pegar o América, posso estar com uma chance muito grande…’ Aí empatou com o Grêmio por 0 a 0, acabou demitido do Juventude e no mesmo dia fechou com o América-MG.”

Agora no América-MG, Marquinhos venceu o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro, no último sábado.

Leia também: