Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Oscar Schmidt se diz otimista com De Conti à frente da seleção masculina de basquete e fala em “novos ares”

Na semana de estreia do técnico Gustavo De Conti no comando da seleção brasileira, nossa equipe conversou com Oscar Schmidt sobre o atual momento da modalidade no Brasil

Bruno Nunes
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução / Instagram Oscar Schmidt

 

O basquete masculino do Brasil passa por mudanças no comando técnico da equipe. O croata Aleksandar Petrović deixou o cargo de treinados da seleção  após não conseguir levar o Brasil aos Jogos Olímpicos de Tóquio. Para o seu lugar, o escolhido foi  Gustavo De Conti. 

 

Em sua apresentação, ocorrida em setembro, Gustavo ressaltou a importância da volta de um profissional brasileiro ao comando da equipe depois de 13 anos. Foram três estrangeiros desde o Pré-Olímpico de Pequim 2008. Gustavo também trabalha como técnico do Flamengo e irá acumular as duas funções, no clube carioca e na seleção. O desafio será classificar o Brasil para a próxima edição dos Jogos Olímpicos, em Paris 2024.

 

Na última terça-feira, De Conti realizou seu primeiro trabalho presencial com o elenco brasileiro, em preparação para as eliminatórias da Copa do Mundo de 2023. Foi nesse embalo de mudança no comando técnico, que nossa equipe conversou com Oscar Schmidt, Hall da Fama do Basquete. 

 

 

Confira a entrevista com o “Mão Santa”.

 

O que deu errado para o Brasil não ter conseguido a vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio?

 

Infelizmente, não conseguimos passar dessa vez. Os jogadores se esforçaram, mas ainda sim, não tivemos chance, por falta de sorte e acredito que precisávamos arriscar mais. Mas o esporte é assim mesmo, ele pode ser cruel. 

 

Como você avalia a chegada do técnico Gustavo De Conti na seleção masculina? 

 

Com otimismo. Acredito que as vezes precisamos de novos ares para virem novos ensinamentos e técnicas. Nunca é tarde para mudar e aprender.

 

E qual a avaliação do trabalho do Aleksandar Petrović? 

 

Infelizmente, o trabalho do Petrovic não rendeu tudo que poderia. Ele é um grande técnico, mas por uma série de motivos, ele não conseguiu imprimir toda a qualidade dele e as ideias que ele tinha na equipe. Talvez, se o momento fosse outro, teria dado certo.

O Basquete 3X3 cresceu muito nos últimos anos, tornando-se até modalidade olímpica. Você acompanha o 3X3 e o que você acha dessa modalidade? 

 

Acho uma ótima ideia, mas precisamos de mais opções de competição e de divulgação. Mas, com o tempo tudo virá.

 

Como está sendo o seu dia a dia após a melhora no quadro da pandemia?

 

Melhor a cada dia. As palestras presenciais estão voltando e outros compromissos também. 

Você vivencia a rotina de quem faz tratamento contra o câncer e ultimamente tem feito algumas campanhas conscientizando esse público para a importância da vacinação. Quais os acertos e os erros que você vê em todo esse processo, desde a detecção da doença até o tratamento, passando pelas campanhas de conscientização? Resumindo: O Brasil trata bem as pessoas com câncer?  

 

Acho que trata sim, como me trataram. É difícil você ter algum hospital no mundo iguais ao Einstein e o Sírio, eu digo isso porque são dois hospitais incríveis e inigualáveis.

Instagram Oscar Schimidt: 

Estreia com o pé direito.

 

Na primeira rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo da Indonésia, o Brasil  somou  duas vitórias contra o Chile. Gustavo estreou à frente da seleção vencendo por 77 x 53. Bruno Caboclo foi o destaque do time com um duplo-duplo de 14 pontos e 13 rebotes. Na sequência da competição, contra os mesmos adversários, o Brasil venceu novamente por 81 x 55, em partida realizada no ultimo sábado (27). Gustavo De Conti volta a reunir a equipe em fevereiro, quando a seleção irá encarar o Uruguai, (dia 25) e a Colômbia, (dia 28) na sequência das eliminatórias para o mundial. 

 

LEIA MAIS:

Basquetebol: 

“Muitos atletas falaram mentiras” Jadel Gregorio fala sobre os bastidores do atletismo no Brasil

Verônica Hipólito inicia tratamento de radioterapia e ressalta: “Viver com medo é viver pela metade”

Falcão, Lenísio, Rodrigo! Confira a lista dos artilheiros da LNF, disputa em 2021 está empatada

Fator fiel: Corinthians melhora e Sylvinho chega a 50% de aproveitamento

Joga de terno! Renato Augusto é destaque na vitória contra o Cuiabá

Esportes Olímpicos: 

Vôlei: 

Tabela brasileirão série A: 

Tabela brasileirão série B: