Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras: Wesley explica “desabafo” contra Willian Arão e manda recado ao volante do Flamengo

Jogadores do Palmeiras provocaram Willian Arão após título na final da Libertadores. Wesley espera que volante no Flamengo leve na brincadeira

Rafael Alves
Colaborador especialista.

Foto: Wesley do Palmeiras e Willian Arão do Flamengo

O atacante Wesley, do Palmeiras, explicou o motivo para as provocações direcionadas ao volante Willian Arão após título da Copa Libertadores em cima do Flamengo. Durante o programa Arena SBT, jogador rubro-negro havia palpitado que seria 2 a 0 para o clube carioca – o que acabou não pegando legal no elenco comandado por Abel Ferreira.

“Não é raiva (o motivo das provocações contra Willian Arão), é desabafo. Vínhamos engasgados com o Flamengo tinha alguns jogos já, e deixamos para ganhar na hora certa”, disse Wesley, que ainda mandou recado para o jogador do Flamengo. “Não foi em tom de raiva, foi em tom de desabafo, e espero que ele (Arão) leve na zoeira também”, ressaltou.

VEJA COMO FOI PALMEIRAS X FLAMENGO:

Em começo de jogo movimentado, o Flamengo até chegou mais vez perto do goleiro Weverton. Porém, o primeiro gol do confronto foi marcado pelo Palmeiras. Após lançamento de Gustavo Gómez nas costas de Filipe Luís, Mayke cruzou a entrada da área e o meia Raphael Veiga chegou sozinho para balançar as redes no estádio Centenário aos 5 minutos de primeiro tempo.

Flamengo seguiu tendo a posse de bola e até criou boas chances com Bruno Henrique. Porém, os contra-ataques do Palmeiras movimentaram o jogo e levou mais perigo ao goleiro Diego Alves. Em uma das chances em velocidade, Rony cruzou e Rodrigo Caio quase colocou a bola para dentro do próprio gol na tentativa de cortar a jogada.

Na volta do intervalo, o clube comandado por Renato Gaúcho causou mais perigo ao gol de Weverton. David Luiz, Gabigol (duas vezes) e Bruno Henrique conseguiram grandes chances para marcar. Porém, o camisa nove só conseguiu balanças as redes mesmo 27 minutos da segunda etapa para empatar o duelo na final da Libertadores.

A partida terminou empatada no tempo regulamentar e teve de ir às prorrogações. Para a surpresa de muitos, o técnico Abel Ferreira tirou Raphael Veiga, que estava cansado, e colocou o atacante Deyverson. Em deslize de Andreas Pereira na saída de bola, o atacante do Palmeiras saiu na cara de Diego Alves e garantiu o título do Verdão.



LEIA TAMBÉM:

Gallardo no Flamengo, Douglas Costa no Atlético-MG e mais: veja os rumores

Neymar torce tornozelo em jogo do PSG, sai chorando e preocupa; veja o lance

Bola de Ouro 2021: confira os favoritos ao prêmio e onde assistir ao evento

Abel Ferreira define única proposta que aceitaria para deixar o Palmeiras

“Foi um prazer trabalhar com vocês”: veja o discurso de Renato Gaúcho

Palmeiras define prioridades de reforços para disputa do Mundial

Fifa define novas datas para o Mundial de Clubes 2021

Libertadores 2022 tem 29 times classificados; veja lista atualizada