Home Futebol Como os estádios vazios impactaram o futebol na pandemia? Analista e psicólogo do Borussia Dortmund respondem

Como os estádios vazios impactaram o futebol na pandemia? Analista e psicólogo do Borussia Dortmund respondem

Em documentário, profissionais dos aurinegros avaliaram as mudanças no jogo com a ausência de público

Lucas Ayres
Jornalista no Torcedores.com desde 2021, sou editor responsável pela coordenação de toda a produção audiovisual do site desde 2022, além de produzir matérias especiais, entre entrevistas, coberturas de eventos e artigos analíticos. Completamente apaixonado por esportes, mas em especial por futebol, seja pela sua parte técnica e tática, seja pela sua parte humana, social e sociológica, trabalho na área do jornalismo de esportes desde que me formei, pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Passei pela Revista PLACAR, pela Premier League Brasil, pela Esportelândia e pela produção do programa "Esporte Record News", da Record News. No futebol, me especializo na cobertura dos seguintes campeonatos: Brasileirão Série A; Copa do Brasil; Copa Libertadores; Champions League; Premier League; La Liga; Campeonato Paulista. Também cubro basquete, em especial a NBA. Você pode conferir alguns dos meus melhores trabalhos aqui [https://lucasrayres.contently.com] e também um pouco do meu trabalho no audiovisual aqui [tiktok.com/@torcedorescom] e aqui [youtube.com/c/TVTorcedoresOficial/videos].
Como os estádios vazios impactaram o futebol na pandemia? Analista e psicólogo do Borussia Dortmund respondem

Lars Baron/Getty Images

PUBLICIDADE

A pandemia do novo Coronavírus, que assolou (e ainda persiste) o mundo e impactou as mais diferentes esferas da sociedade. Entre elas, o futebol. Nesse ponto, talvez a principal mudança ocasionada pelo fenômeno tenha sida a ausência de público no estádios, mesmo nos maiores palcos do esporte no mundo.

Longe de ser uma transformação positiva, a realidade das arquibancadas vazias ao menos observar qual a real influência dos torcedores numa partida, num time, até num campeonato. Agora, passado mais de um ano dos primeiros jogos sob portões fechados — e alguns meses das arenas novamente com pessoas —, as conclusões começam a ficar mais claras e objetivas.

O Borussia Dortmund, por exemplo, já tem números consolidados do quanto os estádios sem torcedores impactaram suas partidas. Da mesma maneira, tem também um diagnóstico psicológico de como o silêncio no Signal Iduna Park alterou o desempenho dos jogadores e até dos árbitros.

PUBLICIDADE

No segundo episódio da segunda temporada de “BVB 09 Stories – Who We Are” — série documental produzida pelos próprios aurinegros e que retrata o dia a dia do clube —, lançado na última quarta-feira (8), dois profissionais trataram do assunto, que é tema central do capítulo.

Daniel Ackerman, o analista de vídeo, revelou a porcentagem de vitórias fora de casa e pênaltis marcado durante o período de partidas sob portões fechados; Philipp Laux, psicólogo, explicou o que se manteve, o que ficou faltando e como os atletas encararam as restrições da pandemia.

As análises dos profissionais do Borussia Dortmund você confere logo abaixo, no segundo capítulo de “BVB 09 Stories – Who We Are”. Assista

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM

Quanto um time perde sem público? Dortmund detalha prejuízos por estádio vazio durante pandemia

Como campeão da Champions League ajuda na evolução de Haaland no Borussia Dortmund

Bayern de Munique x Borussia Dortmund: Ídolo dos bávaros fala sobre duelo entre Haaland e Lewandowski

Mercado da Bola: Borussia Dortmund mira camisa ‘9’ e define substituto de Haaland

PUBLICIDADE

Brasileirão Série A 2021: confira a tabela completa do campeonato

Brasileirão Série B 2021: confira a tabela completa do campeonato

Flamengo termina o Brasileirão com melhor ataque da competição; confira o ranking completo

Brasileirão: Apenas um jogador da Série A atuou em todas as 38 rodadas; veja quem

PUBLICIDADE

10 jogadores que podem ser negociados após o fim do Brasileirão

Série A define os 20 times da edição 2022; veja os participantes