Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Olympique de Marselha deve emprestar ex-atacante do Botafogo para clube italiano para ganhar rodagem; entenda

Luís Henrique tem contrato com o clube francês até julho de 2025

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Divulgação/ Olympique de Marselha

Antes de mais nada, o atacante Luís Henrique pode deixar o Olympique de Marselha na próxima janela de transferência. Com pouco espaço no time comandado pelo técnico Jorge Sampaoli, ele foi autorizado pela diretoria para dar prosseguimento a carreira em outro clube.

O Torcedores.com apurou que Luís Henrique tem sondagens de um clube da Bélgica e outro da Itália para atuar em 2022. Nos últimos dias, o Olympique de Marselha foi procurado por representantes do Genk e da Fiorentina a fim de viabilizar um empréstimo de seis meses.

O atacante é visto com bons olhos pela diretoria do clube francês devido a qualidade técnica e pelo potencial de mercado. Por isso, Luís Henrique deve ser emprestado para ganhar experiência no futebol europeu.

Por não ser aproveitado pelo treinador, o Olympique também considera a possibilidade de emprestá-lo para clubes brasileiros. Recentemente, Luís Henrique teve seu nome ligado a uma transferência para o Botafogo. No entanto, nenhuma oferta foi formalizada até o momento.

Nesta temporada, por exemplo, o atacante disputou apenas 14 partidas pelo Olympique, sendo 12 no Campeonato Francês e duas na Liga Europa. Nesse ínterim, marcou apenas um gol nos 395 minutos que acumulou em campo.

A passagem pelo Botafogo

Revelado pelo Três Passos Atlético Clube, equipe do interior do Rio Grande do Sul, Luís Henrique ingressou nas divisões de base do Botafogo em 2018. No ano seguinte, foi promovido ao elenco principal alvinegro.

Nesse ínterim, ele disputou 21 jogos e marcou cinco gols. Posteriormente, foi vendido ao Olympique por 8 milhões de euro. Porém, o clube da Estrela Solitária negociou 70% dos direitos econômicos do atleta por 3,9 milhões de euros (R$ 25 milhões à época).

Luís Henrique é, portanto, a maior venda da história do Botafogo superando a ida de Matheus Dória para o Olympique de Marselha em 2013, Vitinho para o CSKA Moscou em 2013 e de Elkeson para o Guangzhou Evergrande em 2012.

LEIA MAIS: 

Ex-Botafogo, Cruzeiro e Palmeiras, Rafael Marques é oferecido por empresário, mas Vasco mostra pouco interesse; saiba mais 

Ricardinho não terá contrato renovado e deixará o Botafogo ao final da temporada 

Botafogo negocia valores para renovação de Gatito Fernández; saiba os detalhes 

Ex-Botafogo e Internacional, Roger Silva revela inspiração em nomes da nova geração para iniciar carreira de treinador 

Em fim de contrato, Felipe Ferreira não terá contrato renovado com o Botafogo  

Torcedores do Palmeiras pedem Téo José na Band para o Mundial e narrador responde 

Yuri é recebido por torcida do Vasco em bairro que nasceu 

Centroavante “sucessor” de Guerrero é oferecido ao Corinthians 

São Paulo deve terminar 2021 sem bater meta de vendas de jogadores