Torcedores – Notícias Esportivas

Atlético-MG exigiu cláusula anti-rivais para negociar Junior Alonso com o Krasnodar; saiba os clubes “negativados”

Junior Alonso venceu o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Mineiro em 2021

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Pedro Souza/ Atlético-MG

Antes de mais nada, a saída de zagueiro Junior Alonso, capitão nas conquistas do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Campeonato Mineiro, ainda repercute no Atlético-MG. Isso porque, a diretoria atleticana fez uma exigência inusitada para os padrões do futebol brasileiro.

O Torcedores.com apurou que para não ser comprado tão facilmente nos próximos anos por rivais, até pelo menos 2023, o Atlético-MG resolveu colocar, além de tudo, uma cláusula no acordo com o Krasnodar denominada ‘anti-rivais’.

Para adquiri-lo, o interessado terá de pagar 1 milhão de euros (R$ 6,4 milhões, pela cotação atual) ao Galo. Vale lembrar que o valor não contempla uma eventual compra dos direitos econômicos de Junior Alonso junto ao clube russo.

Ainda segundo apurou a reportagem, três clubes brasileiros estão na lista de “negativados” pela diretoria atleticana: Corinthians, Flamengo e Palmeiras. O argumento é que, além da visibilidade, as equipes têm grande poderio de investimento e persuasão no mercado da bola.

Até o Cruzeiro, arqui-rival do Atlético-MG, terá dificuldade para contratar Junior Alonso. Apesar de ter prometido que jamais vestiria a camisa celeste, a diretoria decidiu formalizar essa condição no ‘preto e no branco’ como se diz na gíria do futebol.

Apesar disso, Junior Alonso não se mostrou incomodado com a inclusão da cláusula ‘anti-rivais’ no seu contrato com o Krasnodar. Afinal, o paraguaio faz planos de voltar a vestir a camisa alvinegra após o fim do seu vínculo com o clube russo.

Atlético-MG segue no mercado

Enquanto tenta fechar a contratação do técnico que irá assumir o lugar de Cuca, o Atlético-MG segue analisando o mercado da bola. A providência mais urgente é encontrar o substituto ideal para Junior Alonso.

Agora, a diretoria procura fechar a chegada de um jogador que esteja, preferencialmente, livre no mercado ou que gere pouco custo aos cofres alvinegros. É, por isso, que o Galo segue mirando a contratação dos zagueiros Diego Godín e Felipe.

O primeiro está em litígio com o Cagliari e negocia seu desligamento, de forma amigável, do clube italiano. Enquanto o segundo, tem contrato até o meio do ano com o Atlético de Madrid. Porém, já foi informado de que está fora dos planos do técnico Diego Simeone.

LEIA MAIS: 

Reunião entre empresário de Godín e Cagliari pode definir futuro do jogador, que está na mira do Atlético-MG 

Atlético-MG busca informações sobre zagueiro Felipe, do Atlético de Madrid, que pode assinar pré-contrato 

Na mira do Atlético-MG, Diego Godín pede para deixar o Cagliari; e clube negocia rescisão amigável 

Saiba quanto o Atlético-MG pode ter que desembolsar para tirar Carlos Carvalhal do Braga 

Mercado da bola: Brasileirão Série A tem 35 laterais com contrato encerrando em 2022; veja os nomes   

Atlético-MG tem concorrência de time espanhol e dois clubes sul-americanos por Godín   

Vai pra Copa? Repórter da ESPN diz que jogador do Corinthians será convocado se “jogar 10% a mais do que está jogando”   

Torcida do Corinthians lota estádio e jogo da Copinha acaba sendo paralisado