Home Mídia Esportiva Silvio Luiz brigou com dois comentaristas em transmissões; confira

Silvio Luiz brigou com dois comentaristas em transmissões; confira

Narrador chegou a ter desentendimentos com Ciro José e Mário Sérgio durante as coberturas de jogos ao vivo

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.
Silvio Luiz, narrador esportivo

Silvio Luiz, narrador esportivo (Reprodução/BandSports)

Silvio Luiz foi enterrado ontem (17), em São Paulo. O histórico narrador faleceu aos 89 anos, vítima de falência de múltiplos órgãos. O locutor esportivo que fez história na mídia esportiva brasileira teve histórias curiosas ao longo de sua trajetória, com seu estilo irreverente gerando atritos com colegas de profissão.

PUBLICIDADE

Por sugestão de Silvio Luiz, a Record contratou J. Hawilla e Ciro José como comentaristas em 1983. Na ocasião, a dupla estava à frente da empresa de marketing esportivo Traffic, que estabelecia a parceria com a emissora paulista em que o narrador fazia sucesso na época.

Ciro José havia saído há pouco tempo da Globo, onde coordenou a cobertura da Copa do Mundo da Espanha no ano anterior como diretor de esportes. Ao ser contratado pela Record para trabalhar em parceria com Silvio Luiz, Ciro fez um alerta ao narrador, de acordo com a biografia Olho no Lance, escrita por Wagner William.

PUBLICIDADE

De estilo sisudo e preocupado com as famosas brincadeiras do locutor, o comentarista disse a Silvio Luiz. “Você tem o seu estilo e eu tenho o meu”, disse Ciro José, com o narrador inicialmente concordando.

Entretanto, Silvio aprontaria com o colega na transmissão de uma partida do XV de Jaú, que é conhecido como ‘Galo de Comarca’. Aproveitando o apelido da equipe do interior paulista, o comunicador promoveu um concurso do galo mais enfeitado, motivando os torcedores a levarem os animais para serem avaliados na cabine da Record.

Durante a exibição das aves exóticas vestidas com camisas de times e fantasiadas, Silvio Luiz anunciou que Ciro José escolheria o galo mais bonito. “Ciro olhou furioso para Silvio, gesticulou, levantou da cadeira e saiu da cabine, enquanto Silvio, no ar, tentava convencê-lo”, escreveu o biógrafo do narrador.

Mário Sérgio ameaçou partir pra cima de Silvio Luiz

Na primeira metade dos anos 90 já na Bandeirantes, Silvio Luiz teve Mário Sérgio (1950-2016) como um constante parceiro de transmissões. O ex-ponta-esquerda, conhecido por seu pavio curto, tinha uma linguagem mais técnica de avaliação das partidas. E nem sempre gostava das piadas do locutor esportivo.

Numa partida do Palmeiras, o comentarista analisou que o lateral-esquerdo Roberto Carlos tinha que jogar mais aberto, em cima da linha. “Mário, se ele jogar em cima da linha, o trem vai pegar”, zoou Silvio.

O ex-jogador se irritou com a brincadeira e se recusou a comentar o jogo durante o restante do primeiro tempo. “Não quero mais papo com você. Você me respeite ou a gente vai sair na porrada”, vociferou Mário Sérgio. No fim da partida, ambos, que eram muito amigos, se entenderiam.

Outros atritos ocorreram a dupla. Num deles, Mário Sérgio fechou a cara e respondeu para Silvio Luiz com um sinal de negativo com a cabeça. “Mário, não adianta você balançar a cabeça. O telespectador não está vendo. Você tem de falar”, devolveu o comunicador. “Mário acabava rindo e, ao mesmo tempo, ficava com mais raiva ainda”, divertiu-se o biógrafo de Silvio Luiz.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial