Home Futebol Palmeiras hoje defende tabu contra o Bahia no Brasileirão Série A

Palmeiras hoje defende tabu contra o Bahia no Brasileirão Série A

Verdão faz confronto direto com o time nordestino, na corrida pela liderança do Campeonato Brasileiro. Jogo será em São Paulo 

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 29 anos. Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017). Repórter no site Torcedores.com desde 2018.
Palmeiras x Bahia

Palmeiras e Bahia estão na corrida pela liderança do Brasileirão Série A (foto: César Greco/SEP)

O Palmeiras hoje (dia 7 de julho de 2024) enfrenta o Bahia, em confronto direto pela liderança do Brasileirão Série A. Os dois clubes têm 27 pontos. A partida está marcada para começar às 18h30 (horário de Brasília), no estádio Allianz Parque, em São Paulo. 

PUBLICIDADE

O histórico recente é favorável para o Verdão. O clube presidido por Leila Pereira não perde para o rival nordestino, em casa, há quase 12. A última derrota ocorreu no dia 26 de julho de 2012. 

O Tricolor venceu por 2 a 0. Os dois gols foram marcados pelo ex-atacante Souza “Caveirão”, no segundo tempo. 

PUBLICIDADE

Desde então, a equipe treinada por Abel Ferreira só perdeu uma vez em 17 confrontos. O número considera os jogos em que o Palmeiras foi mandante e visitante. 

Palmeiras tem retorno de peso 

Uma das principais lideranças e referências técnicas do time alviverde, o zagueiro Gustavo Gómez voltou aos treinamentos. Ele estava participando da Copa América pela seleção do Paraguai. 

Com isso, a expectativa é de que o atleta faça dupla de zaga com Naves. O restante do sistema defensivo deve ser formado pelo goleiro Weverton e pelos laterais Mayke e Piquerez, ou Vanderlan. 

Nesse sentido, a provável escalação do Palmeiras é formada por: Weverton; Mayke, Naves, Gustavo Gomez e Piquerez (Vanderlan); Aníbal Moreno, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Estêvão, Rony e Flaco López. 

PUBLICIDADE

“A gente sabe da importância que ele tem para o nosso grupo. É um líder. Espero que os meninos também que estão machucados voltem o mais rapidamente possível para todo mundo estar à disposição do Abel, para ele ter mais cartas para montar o jogo”, declarou Veiga que, recentemente, completou 300 jogos pelo clube. 

“É uma marca muito grande em um clube muito grande. Estou muito feliz. Isso mostra uma constância no trabalho. Não é qualquer jogador que fica mais que seis, sete, oito anos”, completou. 

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial