Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

UFC anuncia “corte” de oito lutadores e dois brasileiros deixam organização

Junior Albini e Kalindra Faria são demitidos; entre os atletas que entraram na lista estão Brandon Davis e o experiente Ben Saunders

Manoel Rodrigues
Meu nome é Manoel Rodrigues. Gosto muito de falar e escrever sobre futebol nacional e internacional, esportes americanos, vôlei, MMA e outros. Mas acima de tudo, sou alguém que é guiado por Deus e deseja levar o reino de Deus a todas as áreas da sociedade. Esse pode ser um canal para isso.

Crédito: Twitter Oficial UFC (@UFC)

O UFC divulgou uma lista contendo oito atletas que foram dispensados pela organização.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Dentre estas dispensas, dois lutadores são brasileiros: o peso-pesado Junior Albini e a peso-mosca Kalindra Faria.

Além deles, os outros seis atletas foram o peso-meio-médio Nathan Coy, o peso-galo russo Grigory Popov, o coreano Jin Soo Son, da mesma categoria, o peso-pesado Daniel Spitz, o peso-galo Brandon Davis e o peso-meio-médio Ben Saunders, que já tinha feito 20 lutas dentro do UFC.

Em síntese, a soma total dos cartéis de todos os lutadores dispensados era de 15 vitórias e 31 derrotas.

Definitivamente, os brasileiros demitidos não obtiveram um desempenho bom dentro do Ultimate. Albini iniciou nocauteando Timothy Johnson, entretanto perdeu as suas quatro lutas posteriores, para Andrei Arlovski, Alexey Oleinik, Jairzinho Rozenstruik e Maurice Greene. Ele já assinou contrato com o evento sérvio SBC (Serbian Battle Championship).

Da mesma forma, Kalindra Faria, que chegou credenciada, pois era campeã do Titan FC, acabou não conseguindo vencer no UFC. Ela perdeu para Mara Romero Borella, Jessica Eye e Joanne Calderwood. Mas já foi contratada pela organização brasileira SFT (Standout Fight Tournament).

A maior demissão de impacto foi a do veterano Ben Saunders. Ele lutou 20 vezes no octógono do Ultimate, com 10 vitórias e 10 derrotas. Porém, o seu desempenho nos recentes embates deixou muito a desejar. Dessa maneira, mesmo sendo muito querido pelos fãs, Saunders foi nocauteado ou finalizado em seis vezes nas últimas sete lutas, e consequentemente acabou demitido.

LEIA MAIS

Jon Jones admite que foi surpreendido por Reyes, aceita revanche, mas deixa decisão com Dana White

Chris Weidman decide voltar ao peso-médio após derrota nos meio-pesados