Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Quatro vezes em que a escolha do vencedor do prêmio de melhor do mundo da Fifa foi criticada

Aniversariante do dia, o atacante francês Franck Ribery é considerado um dos grandes jogadores que mereciam a Bola de Ouro

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Harold Cunningham/Getty Images

Ídolo do Bayern de Munique, o atacante Franck Ribery comemora o seu 37º aniversário nesta terça-feira (7). Revelado pelo Bolougne, da França, o jogador se destacou ao lado do holandês Arjen Robben na Alemanha.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Essa dupla levou, por exemplo, o Bayern de Munique ao título da Liga dos Campeões da Europa na temporada de 2012/13. O desempenho de Ribery no time alemão acabou levando um troféu de melhor da Uefa. Porém, o francês entrou para a lista de jogadores que foram injustiçados no prêmio da Fifa.

Confira quatro jogadores que mereciam o título de melhor jogador do mundo da Fifa:

Franck Ribery, em 2013 – Aniversariante do dia, Ribery foi um dos nomes mais citados entre as injustiças da premiação do melhor do mundo. O francês conquistou a Liga dos Campeões da Europa pelo Bayern de Munique, sendo o destaque ao lado do Robben.

Ribery chegou a aparecer entre os três melhores do mundo, ao lado de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Sem participar de torneios de seleções, nenhum dos jogadores conquistaram torneios internacionais de grande importância e, por isso, a conquista poderia ter sido do francês.

Thierry Henry, em 2004 – Apesar do brasileiro Ronaldinho Gaúcho ter vencido o prêmio de melhor do mundo da Fifa em 2004, a taça poderia ter sido enviada para outro jogador: Thierry Henry.

Campeão da Premier League de forma histórica com o Arsenal, o jogador foi finalista da premiação em 2003 e 2004, perdendo para Zidane, campeão espanhol, e o Bruxo, que não tinha vencido nenhum título, respectivamente.

Wesley Sneijder, em 2010 – Um dos grandes nomes da conquista da Inter de Milão em 2009/10 na Liga dos Campeões da Europa, o holandês teve campanha destaque sob o comando de José Mourinho e ao lado de Eto’o e Milito.

Além da campanha na equipe italiana, Sneijder se destacou na Copa do Mundo da Fifa pela seleção holandesa. Após eliminar o Brasil com dois gols, o camisa 10 se tornou vice-campeão mundial, levando o gol na prorrogação do confronto contra a Espanha.

Cristiano Ronaldo, em 2018 – Apesar de ter cinco conquistas de melhor jogador do mundo, Cristiano Ronaldo poderia estar empatado com Messi no topo do ranking da Fifa.

Em 2018, o craque português levou o Real Madrid à conquista da Liga dos Campeões e foi importante para Portugal na Copa do Mundo. Porém, o companheiro merengue Luka Modric acabou indo mais longe na competição com a Croácia e ficou com o título da Fifa.

LEIA MAIS:

Com Neymar na lista de favoritos, jornal explica como coronavírus afeta na briga pela Bola de Ouro

FIFPro World XI: confira os jogadores mais premiados na seleção da Fifa