Liverpool pode perder transferência de Timo Werner para Bayern

Os Reds suspenderam todas as negociações e renovações contratuais durante a pandemia do coronavírus

Rafael Vieira
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Facebook RB Leipzig

O Liverpool corre o risco de não conseguir concretizar a transferência de Timo Werner, já que suspendeu todas as negociações durante a pandemia. Desta forma, o Bayern de Munique, concorrente pela contratação do atleta deve avançar na disputa. Além disso, Timo Werner chegaria no clube alemão como alternativa a transferência fracassada de Sané, do Manchester City.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram.

O Liverpool se interessou pela contratação de Timo Werner, depois que o atacante marcou 21 gols em 25 jogos pela Bundesliga dessa temporada. Na Champions League, o atacante fez 4 gols em 8 partidas.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A contratação do jovem atacante é bem vista pelos torcedores e dirigentes do Liverpool, já que além de ter um bom desempenho, Werner também é considerado uma promessa. Entretanto, os Reds cancelaram todas as negociações em meio à incerteza sobre a pandemia do coronavírus.

Aparentemente, Timo Werner possui uma cláusula de liberação por 51 milhões de libras em seu contrato com o Leipzig, porém ela deve ser ativada até uma data (não especificada) de abril. Como o Bayern não obteve sucesso na contratação de Sané, tudo indica que o time alemão deva tentar acionar essa cláusula para ter o atacante do Leipzig.

Liverpool pode perder Wijnaldum e Lovren

Como os Reds suspenderam as negociações contratuais, Wijnaldum e Lovren devem entrar no último ano de contrato. Desta forma, ambos podem sair de graça de Anfield.

Ainda não existe uma indicação de quando a janela de transferência será aberta, já que as competições permanecem paralisadas. Segundo o jornal Daily Mail, o Liverpool somente voltará a fazer negociações quando tiver uma data exata.

LEIA MAIS:

Lampard admite que sente pressão de Roman Abramovich no Chelsea

Jordan Henderson, capitão do Liverpool, cria fundo contra coronavírus