Patric explica saída do Atlético e comenta relação difícil com a torcida

Patric deixou o Atlético e vai atuar pelo Sport, clube que defendeu no passado

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Cantini

A diretoria do Atlético acertou na sexta-feira a saída do lateral-direito Patric. Fora dos planos do técnico Jorge Sampaoli, o jogador decidiu rescindir seu contrato com os mineiros. O destino do jogador de 31 anos é o Sport, que já confirmou a contratação em suas redes sociais.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“A negociação já estava acontecendo entre Sport e Atlético. Meu representante Fábio Melo estava avaliando todas as situações e quando chegou esta pandemia calhou para que as coisas avançassem. De fato, saio do Galo como torcedor. As pessoas sabem do enorme carinho que tenho, tanto tempo de clube e as amizades que a gente construiu. Saio pela porta da frente. Agradeço Belo Horizonte por todo carinho destes anos”, disse Patric à Rádio Itatiaia.

Relação de amor e ódio com a torcida

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

“Nunca foi fácil, de fato passamos por situações delicadas, bem difíceis, mas que precisava superá-las. Os meus companheiros e funcionários sempre me falavam para não abaixar a guarda, seguir com a cabeça em pé. Lutei bastante para que estas coisas não me desanimassem. Me alegro pelas mensagens positivas, aqueles que me agradecem por ter honrado a camisa do Atlético”, diz.

Contratado em janeiro de 2011, Patric manteve vínculo de mais de nove anos com o Galo. Neste período, porém, chegou a ser emprestado para outras equipes. Dentre elas, o próprio Sport, onde conquistou a Copa do Nordeste e o Campeonato Pernambucano, ambos em 2014.

Para a direita, o Atlético conta com Maílton e Guga.

LEIA MAIS: