Ranking: os melhores quarterbacks da temporada 2020 da NFL

Análise do Around The NFL classifica os 35 quarterbacks mais valiosos e desejados do futebol americano nesta temporada; veja o ranking

Juliana Carvalho
Colaborador do Torcedores

Crédito: spox.com / Reprodução

Desempenhos incríveis de QBs como Patrick Mahomes e Lamar Jackson em suas primeiras temporadas na NFL inspiraram o editor do Around The NFL, Gregg Rosenthal, a criar um ranking com os 35 quarterbacks mais valiosos para a temporada 2020 da Liga. 

Sobre o ranking

“Os Ravens de 2020 se parecem muito com os Chiefs de 2019. Saíram de uma derrota nos playoffs com um quarterback MVP e dominante indo para sua terceira temporada. Não há uma vantagem organizacional maior do que um QB superstar com um contrato de novato. Agora é a hora de Eric DeCosta, gerente geral de Baltimore, capitalizar como Kansas City”, escreve Rosenthal no NFL.com. 

“Patrick Mahomes e Lamar Jackson parecem unicórnios, mas quarterbacks produtivos em acordos de novatos estão se tornando mais comuns. O fenômeno me fez pensar sobre quais QBs além desses dois têm mais valor em seus acordos atuais. Então, resumo esse exercício de pensamento em uma única frase.

Considerando talento, produção, idade e contrato, qual QB você mais gostaria de ter na sua equipe no futuro?”

Critérios

  1. A produção ainda é mais importante que a projeção. Simplificando, é mais valioso ter um quarterback do top 10 do que um cara que você espera que chegue lá algum dia. 
  2. Dinheiro e idade importavam, mas eu escolheria um titular de qualidade a um preço alto em vez de uma incógnita mais barata.
  3. Além disso, existe uma linha tênue entre pensar a longo prazo e superestimar o futuro. Os próximos 2-3 anos em qualquer ciclo da NFL são sempre os anos mais importantes porque a liga muda muito rapidamente. Além disso, quase todos os GM estão em um ou dois anos ruins de serem demitidos. Jogadores como Baker Mayfield e Kyler Murray, que já produziram, têm um valor extra porque estão em seus contratos de calouro. Um titular de alto calibre como Carson Wentz ganha vantagem sobre Matt Ryan porque tem uma carreira mais longa pela frente. Mas em uma liga em que não vale a pena jogar pelo meio da tabela, os grandes nomes de alto escalão como Drew Brees, Tom Brady e Ben Roethlisberger ainda têm valor em comparação com alguns de seus colegas mais jovens e bem pagos da classe do meio.
  4. Por fim, agentes livres como Cam Newton e Jameis Winston não são elegíveis. Afinal, atualmente não possuem um dos ingredientes críticos nesse julgamento: um contrato. 
  5. Terminei o ranking com 35 zagueiros, porque esse era um ponto de corte natural para a coisa.

OBSERVAÇÃO: A menos que seja citado de outra forma, os valores do teto salarial desta peça foram encontrados no Over The Cap.

Vamos, enfim, ao ranking dos mais valiosos quarterbacks mais valiosos da temporada 2020 da NFL!

1 – Patrick Mahomes (Kansas City Chiefs)

Embed from Getty Images

“O jogador mais fácil de classificar nesta lista. Não é um problema que Mahomes possa pedir US$50 milhões por temporada, porque ele vale a pena e todos os grandes quarterbacks são mal pagos em relação ao seu valor. Desde que Dan Marino um QB não emendava duas temporadas de expansão da consciência para iniciar uma carreira assim. Há todos os motivos para acreditar que Mahomes pode melhorar.”

2 – Lamar Jackson (Baltimore Ravens)

Embed from Getty Images

“DeCosta sabe a oportunidade única que os Ravens têm. O Draft será fundamental para dar suporte ao elenco de apoio de Jackson. Além disso, seu salário de calouro é em parte o motivo pelo qual os Ravens podem pagar a seis jogadores mais de US$10 milhões do teto. Como Jackson seguirá após sua temporada de MVP será uma das histórias de 2020. Ele já provou ser um expert em solucionar problemas.”

3 – Russell Wilson (Seattle Seahawks)

Embed from Getty Images

“Fiquei tentado a classificar Wilson em segundo, apesar de ser muito mais velho e mais caro que Jackson. Ainda com apenas 31 anos, Wilson oferece a combinação ideal de confiabilidade e vantagem. É bom saber que Wilson manterá o Seahawks em disputa, seja sua defesa histórica ou medíocre. Seu jogo de corrida liderado por Marshawn Lynch em seu auge ou Marshawn Lynch aos 33 anos. Sua linha ofensiva ruim ou muito ruim. O salário médio anual de US 35 milhões em sua extensão mais recente parecerá uma pechincha bem antes do término do negócio, em 2024.”

4 – Deshaun Watson (Houston Texans)

Embed from Getty Images

“A rápida recuperação de Watson de sua lesão no ligamento cruzado foi notável. Ele é o QB modelo para a próxima década, por suas características de atleticismo, tomada de decisão e liderança. Ainda não está claro se ele conseguirá seu grande contrato agora ou na próxima, mas está chegando. Meus quatro primeiros deste exercício foram gravados em pedra; agora fica complicado…”

5 – Carson Wentz (Philadelphia Eagles)

Embed from Getty Images

“É fácil procurar defeitos sobre a precisão de Wentz e as pontuações ocasionais. Também é fácil para os Eagles se sentirem à vontade com um quarterback de 27 anos contratado por mais cinco temporadas. E com um valor médio no teto abaixo de US$30 milhões por temporada. Os Eagles contrataram Wentz com um desconto modesto devido a uma lesão, o que lhe dá uma vantagem sobre outras opções no top 10.”

6 – Kyler Murray (Arizona Cardinals)

Embed from Getty Images

“Se não há nada mais valioso para uma equipe do que um QB estelar em um contrato de calouro, então os Cardinals conseguiram. Murray fez tudo em sua primeira temporada para incentivar a crença de que ele se juntará às fileiras dos jogadores acima. Ele entrará em sua segunda temporada com um valor para o teto menor que Marcus Mariota e praticamente o mesmo que Ryan Fitzpatrick. O gerente geral Steve Keim sabe que não deve esperar para maximizar a primeira janela da era Murray, e mostrou isso ao trazer DeAndre Hopkins. Combinações como Murray e o técnico Kliff Kingsbury são o futuro da NFL.”

7 – Dak Prescott (Dallas Cowboys)

Embed from Getty Images

“O contrato iminente de Dak parece muito menos arriscado após a temporada mais madura de sua carreira. Ele seria muito mais baixo se essa lista tivesse sido feita há um ano. No entanto, sua temporada irregular de 2018 agora parece uma anomalia na carreira, em retrospectiva. Os ataques dos Cowboys foram classificados entre os três primeiros da métrica de eficiência do Football Outsiders’ duas vezes em seus quatro anos de carreira, e entre os dez primeiros em outra. Ele seguirá por algum tempo.”

8 – Aaron Rodgers (Greenbay Packers)

Embed from Getty Images

“Perguntar onde Rodgers atualmente se encaixa no firmamento dos quarterbacks ajudou a inspirar essa coluna. É provável que seus melhores dias tenham ficado para trás. De fato, há muitos números para dizer que isso acontece há anos. A idade de Rodgers (36) e um contrato que carece de flexibilidade são preocupações crescentes, mas ele continua sendo o líder do ‘jogue ou morra’ dos Packers no futuro próximo. Rodgers mostrou que ainda é capaz de liderar uma equipe, mas também é capaz de fraquejar ocasionalmente, como em seus dois jogos contra o 49ers na última temporada.”

9 – Matt Ryan (Atlanta Falcons)

Embed from Getty Images

“Temo que Matt Ryan permaneça subestimado em perpetuidade, um candidato a Ken Anderson ofuscado por colegas mais chamativos. Com jogadores como Tom Brady e Drew Brees reescrevendo as regras para arcos na carreira, Ryan, 34 anos, ainda deve poder jogar no campeonato por pelo menos mais 2 a 4 anos. E por menos de US$30 milhões por temporada. Assim, os próximos 2-4 anos ainda são os anos mais importantes, não importa o apelo da juventude.”

10 – Baker Mayfield (Cleveland Browns)

Embed from Getty Images

“Talvez o quarterback mais difícil de avaliar nesta lista. Debati sobre Baker atingindo o sexto lugar e o 15º do ranking. Decidir por estaposição se reduziu a um fator acima de tudo: o conjunto de habilidades que ele possuía como calouro não se desfez em pó. Expectativas, treinamento desastroso, indecisão e campanhas publicitárias lamentáveis ​​deixaram a impressão de que a segunda temporada de Mayfield foi um desastre. Porém, os números e os vídeos não concordam. Ele entrou no top 20 da classificação do Pro Football Focus, assim como na QBR. Ele fez jogadas bem mais impressionantes do que você lembra. Sua falta de clareza em campo foi chocante, mas os fãs dos Browns ainda devem ser incentivados a ter um jovem quarterback tão produtivo e preciso em um contrato de calouro.”

11 – Matthew Stafford (Detroit Lions)

Embed from Getty Images

“Um dos dez finalistas no meu QB Index de final de ano em duas de suas últimas três temporadas completas, Stafford estava jogando talvez o melhor futebol de sua carreira no outono passado, antes de machucar as costas. Considerando que ele não perdeu um jogo desde 2010, ele obtém o benefício da dúvida quando se trata de durabilidade. Sob contrato por mais três anos, atingindo uma média de US$26,8 milhões no teto, ele ainda é um ativo importante.”

12 – Kirk Cousins (Minnesota Vikings)

Embed from Getty Images

“Os Vikings sabem o que têm em Cousins, e deram a ele uma extensão sensata de dois anos nesta offseason, no valor de US$66 milhões. Ele pode não ser o motivo pelo qual os Vikings vencem, mas será o motivo pelo qual eles perdem com menos frequência.”

13 – Jimmy Garoppolo (San Francisco 49ers)

Embed from Getty Images

“É aceitável não ter uma opinião quente sobre cada quarterback. Que a primeira temporada completa de Jimmy G como titular tenha terminado a um quarto do título, mas sido considerada uma decepção mostra como jogar para Kyle Shanahan é uma bênção e uma maldição. A campanha de Garoppolo em 2019 deve ser considerada um sucesso para um cara com o mesmo número de jogos como titular que Sam Darnold,. Também é justo esperar mais de Garoppolo nos próximos anos. Shanahan vai.”

14 – Drew Brees (New Orleans Saints)

Embed from Getty Images

“É aqui que a lista fica realmente complicada. Você prefere ter 1-2 anos de Brees ou um jovem desconhecido indefinidamente? Eu acredito que os jogadores acima podem ser titulares por um tempo, então eles têm vantagem neste exercício em relação a qualquer QB próximo de encerrar carreira. Qualquer pessoa abaixo de Brees é mais obscura. Embora seja justo observar que as duas últimas temporadas de Brees acabaram não dando em nada, é impossível ignorar que ele já foi um dos cinco primeiros QBs. Nova Orleans é uma cidade que vive no agora, e isso nunca foi tão verdadeiro para os Saints.”

15 – Jared Goff (Los Angeles Rams)

Embed from Getty Images

“Goff é o melhor de uma certa classe de QB: a opção de nível médio que é paga como uma estrela. Ainda com apenas 25 anos de idade, com pontos altos mais altos do que o resto de seus irmãos neste nível (Derek Carr, Ryan Tannehill), o contrato de Goff não é exatamente o albatroz que se tornou.”

16 – Tom Brady (Tampa Bay Buccaneers)

Embed from Getty Images

“Brady ainda pode jogar. Mas pedir a ele que rompa todos os limites anteriores de um QB de 43 anos e faça-o novamente aos 44 anos com um segundo ano garantido não é uma fórmula de valor. Na melhor das hipóteses, Brady poderia ser um dos dez melhores quarterbacks no curto prazo. O pior cenário é mais feio do que os atuais uniformes da Bucs.”

17 – Sam Darnold (New York Jets)

Embed from Getty Images

“Joe Burrow, seis meses mais velho que Sam Darnold, é o ‘Ryan Fitzpatrick foi para Harvard’. Ele também destaca como Darnold é complicado de avaliar. As circunstâncias em torno do QB dos Jets foram obviamente brutais. Suas habilidades são igualmente transparentes, mas sua presença no pocket e a tomada de decisões não são. Poucos quarterbacks da NFL se tornaram grandes depois de duas temporadas com números tão ruins quanto Darnold. Ele pode ser uma exceção e seu teto permanece alto, mas os obstáculos organizacionais em seu caminho não parecem estar mudando.”

18 – Ben Roethlisberger (Pittsburgh Steellers)

Embed from Getty Images

“Somente minha fé eterna no Big Ben como um grande diferencial faz com que ele fique tão alto. Ainda mais vendo como ele é um passador de 38 anos saindo de uma grande cirurgia no cotovelo. Um contrato oneroso – ele tem um US$41,3 milhões de teto devidos no próximo ano! – também não ajuda neste exercício. (Que é algo, aliás, que Roethlisberger insiste que ele ainda está fazendo)”

19 – Derek Carr (Las Vegas Raiders)

Embed from Getty Images

“O gerente geral do Raiders, Mike Mayock, disse em fevereiro que não acredita que você possa ensinar presença no pocket, o que ainda parece ser o maior ponto negativo de Carr. Mesmo saindo de uma boa temporada de recuperação, Carr pode ser frustrante de assistir porque ele tem as ferramentas brutas de um Aaron Rodgers mais pobre, mas um estilo de jogo mais próximo de Alex Smith. O contrato de Carr poderia ser negociado na próxima entressafra se os Raiders decidirem seguir uma direção diferente.”

20 – Ryan Tannehill (Tennessee Titans)

Embed from Getty Images

“Os Titans tiveram que ver se Tannehill pode construir a partir de sua sensacional atuação na temporada regular de 2019, embora comprometer US$91 milhões  – garantidos se ele ainda estiver na equipe no próximo ano – termine seus dias como uma pechincha. Enquanto o contrato de Carr é muito mais flexível e amigável ao time, o QB dos Raiders também parece ser uma opção segura para permanecer nesta terra de ninguém do ranking. Para Tannehill, parece igualmente possível que ele suba mais alto ou caia nos próximos dois anos.”

21 – Philip Rivers (Indianapolis Colts)

Embed from Getty Images

“Frank Reich pode estar errado. Eu poderia estar errado. Mas Rivers ainda pode fazer todos os arremessos se ele estiver protegido, o que ele deverá estar em Indianápolis. Mesmo considerando o contrato de US$25 milhões de Rivers por um ano, prefiro ter a chance de pegar um raio em uma garrafa do que seguir com um jogador mais jovem e mais barato, com menor probabilidade de ser um ativo.”

22 – Gardner Minshew (Jacksonville Jaguars)

Embed from Getty Images

“Se você retirar seu perfil do Draft e julgar Minshew apenas pelo vídeo, ele parecerá uma perspectiva melhor do que Josh Allen e Daniel Jones. Ele pode ser o próximo Jeff Garcia ou o próximo Case Keenum. Bons resultados para uma escolha na sexta rodada, por menos de US$2,5 milhões no total nos próximos três anos.”

23 – Josh Allen (Buffalo Bills)

Embed from Getty Images

“A tomada de decisão, a precisão e o atleticismo são as três características que eu mais valorizo ​​nos QBs. Enquanto Allen fez um progresso significativo em sua segunda temporada, eu temo que ele sempre falhe em marcar duas dessas três caixas. Com o futuro garoto de 24 anos apoiado por um roster furtivamente forte em Buffalo, este é um ano enorme para o futuro de Allen. Até agora, ele parecia mais próximo de Blake Bortles ou Mitchell Trubisky do que de Cam Newton, como uma caixa tão cheia de ferramentas que nem todas funcionam juntas. Allen pode nunca parecer mais promissor do que após o segundo ano na NFL. Se eu estiver errado, vou pegar aquele L da Bills Mafia com serenidade.”

24 – Daniel Jones (New York Giants)

Embed from Getty Images

“A temporada de estreia de Jones provavelmente confirmou suas prévias. Se você era um crente, ele mostrou o suficiente para se agarrar. Caso contrário, seus 68 fumbles, interceptações e sacks combinados levavam-no a parecer um Jameis Winston mais pobre. Eu não tinha expectativas, então esse ranking é a minha maneira de dizer que não sei e quero ver mais.”

25 – Teddy Bridgewater (Carolina Panthers)

Embed from Getty Images

“O melhor cenário para Bridgewater é um arco de carreira como o de Alex Smith, um jogador que ele sempre me lembrou. No meio de sua carreira, Smith desembarcou com os treinadores perfeitos para que seu conjunto de habilidades o tornasse um titular de nível intermediário para equipes vencedoras. Bridgewater pode ter encontrado a situação certa com o novo técnico do Panthers, Matt Rhule – e o contrato é o menor contrato de longo prazo para qualquer titular veterano na Liga.”

26 – Dwayne Haskins (Washington Redskins)

Embed from Getty Images

“Haskins oferece o tipo de jogadas antecipadas que fazem os olheiros se apaixonarem e ele melhorou à medida que a temporada de estreia começou. Se Kyle Allen realmente está competindo para começar com ele, no entanto, Haskins já deve ter encontrado uma equipe técnica com dúvidas.”

27 – Drew Lock (Denver Broncos)

Embed from Getty Images

“O fascínio de finalmente encontrar uma solução jovem para QB é forte. É por isso que John Elway uma vez ofereceu um acordo de primeira classe a Brock Osweiler. E é por isso que os Broncos estão aparentemente apostando em Lock após cinco partidas dramáticas que foram desiguais, se promissoras para um calouro. Os Broncos seriam loucos em não analisar a contratação de Cam Newton, Andy Dalton ou Jameis Winston como Plano B.

28 – Nick Foles (Chicago Bears)

Embed from Getty Images

“Foi surpreendente que os Bears tenham desistido de uma escolha na quarta rodada para assumir o contrato de Foles, mesmo que ajustado. Ainda assim, Ian Rapoport, da NFL Network, informou nesta semana que o ex-MVP do Super Bowl receberá US$21 milhões totalmente garantidos no que equivale a um contrato de dois anos. O que não é terrível para alguém com familiaridade de Foles com o esquema de Matt Nagy. Vimos o que Foles pode fazer da melhor maneira possível e é muito melhor do que as ofertas de Trubisky.”

29 – Andy Dalton (Cincinnati Bengals)

Embed from Getty Images

“Dalton é um ótimo exemplo de como a posição de quarterback é mais profunda do que nunca. O principal meridiano de QBs por boa parte de sua carreira, o ‘Rifle Vermelho’ prova como o que consideramos um titular médio hoje em dia mudou. Com isso dito, ele é um jogador melhor do que este ranking indica. A colocação é mais um reflexo de que ele tem 32 anos e tem um ano e US $ 17,7 milhões restantes em um contrato assinado em 2014. Esse acordo não faz mais sentido para os Bengals ou qualquer outro time”

30 – Ryan Fitzpatrick (Miami Dolphins)

Embed from Getty Images

“Há um argumento forte de que Fitz foi o melhor quarterback da AFC East na primeira temporada de um contrato de dois anos e US$11 milhões com Miami. A história indica que o ano 2 não será tão positivo.”

31 – Jacoby Brissett (Indianapolis Colts)

Embed from Getty Images

“A temporada de 2019 de Brissett desmoronou depois que ele torceu o MCL. Agora ele é um dos backups mais bem pagos da história da NFL, com 15,9 milhões de dólares. Não ficaria surpreso em ver Brissett ter uma carreira de 15 anos, como Fitzpatrick, como reserva e substituto.”

32 – Jarrett Stidham (New England Patriots)

Embed from Getty Images

“Stidham sempre foi um candidato mais forte para ser o sucessor de Tom Brady do que o exterior percebeu. Se ele tivesse sido escolhido na primeira ou na segunda rodada, como muitos esperavam entrar em seu último ano em Auburn, isso não pareceria tão chocante. Projetar o futuro de Stidham com base em relatórios de treinos brilhantes e uma boa pré-temporada é uma tolice, mas é um bom sinal de que Bill Belichick é um fã. Ele tem uma vantagem sobre mediocridades conhecidas porque é muito barato e fácil de substituir.”

33 – Tyrod Taylor (Los Angeles Chargers)

Embed from Getty Images

“Um quarterback titular que jogou por apenas US$5 milhões no último ano de seu contrato é de grande valor para os Chargers, não importa como você se sinta em relação a Taylor. É provável que ele compita com um jovem da primeira rodada – como fez anteriormente, com EJ Manuel em Buffalo e Baker Mayfield em Cleveland.”

34 – Marcus Mariota (Las Vegas Raiders)

Embed from Getty Images

“Se Mariota ultrapassar Carr como titular dos Raiders, o gerente geral Mike Mayock poderá manter Mariota por um segundo ano a um custo relativamente baixo. Não descarte um ressurgimento em algum momento durante a segunda fase da carreira geral desta segunda escolha geral, com Las Vegas sendo um belo lugar para reinvenção.”

35 – Mitchell Trubisky (Chicago Bears)

Embed from Getty Images

“Não faz muito tempo, os fãs do Bears reclamaram se Trubisky apenas fosse classificado como um dos 20 melhores jogadores. Agora, parece improvável que ele comece jogando em Chicago nesta temporada se sua batalha contra Nick Foles for uma luta justa. Encontrar um titular de qualidade em um contrato de calouro pode ser um nirvana para a organização, mas escolher o cara errado na segunda escolha geral colocará uma equipe para trás em qualquer época.”

E então, concorda com este ranking?

 

LEIA MAIS: 

Bill Belichick é indicado ao Emmy por participação no NFL 100; veja a lista
Patriots divulgam mensagem de Bill Belichick sobre coronavírus
NFL mira público infantojuvenil e terá jogo dos playoffs na Nickelodeon
Os bastidores da negociação de Tom Brady com o Tampa Bay Buccaneers
15 dicas de conteúdo sobre esportes americanos no WatchESPN