Santos cobra Flamengo na Fifa por valor milionário referente à compra de Gabigol: “Eles não pagaram”

Santos espera entrar em acordo com o Flamengo por mecanismo de solidariedade da Fifa referente ao atacante Gabigol

Matheus Henrique Vieira Ramos
Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Crédito: Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Em live com o jornalista Jorge Nicola na última sexta-feira (22), Pedro Henrique Dória Mesquita, membro do Comitê Gestor do Santos, revelou que o clube paulista tem ações na Fifa contra alguns clubes, entre eles o Flamengo.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes
www.facebook.com/TorcedoresOficial

O dirigente santista, braço direito do presidente José Carlos Peres, explicou que o Peixe cobra do Rubro-Negro carioca o pagamento do mecanismo de solidariedade da Fifa referente ao atacante Gabigol, que foi comprado pelo Mengo em janeiro de 2020 por quase 17 milhões de euros. O Alvinegro Praiano, como clube formador, tem direito a uma quantia da negociação.

“O Santos tem reclamação na Fifa contra Ajax, Barcelona, Athletico-PR… E o Santos cobra o Flamengo, que não pagou o Mecanismo de Solidariedade do Gabigol”, disse Pedro Doria, que continuou: “Eles não pagaram, já venceu a segunda prestação. Entramos primeiro com um processo de instrução na Fifa, para receber o contrato e entender quanto de fato é devido. Tivemos acesso aos números e, agora, como eles (Flamengo) já pagaram duas prestações (para a Inter) e não fizeram o pagamento para nós, fomos à Fifa”.

Pedro Henrique Dória Mesquita, porém, acredita em uma solução rápida do caso na Fifa e revelou o valor que o Flamengo deve ao Santos referente ao atacante Gabigol.

“Fizemos uma reclamação na Fifa, a partir daí vai iniciar-se um processo de instrução na Fifa e o Flamengo deve fazer um acordo, até porque não é um valor expressivo… São quase 600 mil euros”, finalizou o dirigente.

O Santos passa por uma situação financeira complicada, que se agravou com a pandemia do coronavírus. O clube paulista reduziu em 70% os salários dos jogadores do time profissional para os próximos três meses e, além disso, está impedido de fazer novas contratações por causa da dívida na Fifa com o Hamburgo, da Alemanha, pela compra do zagueiro Cleber Reis.

LEIA MAIS:

Dirigente do Santos revela desejo de Ricardo Oliveira voltar e não descarta Robinho: “Sempre será bem-vindo”

Peres explica dívidas do Santos na Fifa e se irrita por comparações com o Cruzeiro: “Situação bem diferente”

Dracena aponta culpado por saída do Santos e relembra bastidores da demissão de Dorival Júnior

Presidente do Santos cobra indenização ao Athletico por Robson Bambu e espera receber valor milionário