Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Landim acredita que o Carioca pode seguir forte sem a presença da Globo: “Vamos nos unir com os clubes e buscar uma solução

Na visão do dirigente, o Campeonato Carioca não deve acabar sem a presença da emissora

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal - Flamengo

Em entrevista na “Fla TV”, Rodolfo Landim analisou o atual cenário do Campeonato Carioca. Por conta da transmissão própria do Flamengo, a Globo rescindiu o contrato que tinha com os clubes da competição. Sendo assim, não irá mais ser palco para os jogos desta temporada do torneio serem vistos. Porém, na visão do presidente rubro-negro, os times podem contornar a situação e “sobreviverem” sem a empresa carioca.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Vamos continuar trabalhando para transformar o Campeonato Carioca e deixá-lo cada vez melhor. A gente tem esse compromisso com os clubes. A gente valoriza o campeonato. Se a Globo resolver não transmitir, certamente nós vamos nos unir com os clubes e buscar uma solução para que esse campeonato possa ser transmitido de outras formas, na busca de recursos para sustentar esse campeonato. Eu não tenho problema nenhum em ajudar os times que queiram transmitir os jogos do Carioca pela internet. Pelo contrário, a gente já tem conhecimento do assunto”, afirmou o mandatário flamenguista. O Flamengo sempre esteve unido com os clubes do Rio”, declarou.

Como a Globo desistiu de processar o Flamengo, o clube está livre para seguir transmitindo jogos em seu canal no YouTube. Dessa forma, o confronto diante do Volta Redonda, pelas semifinais da Taça Rio, também poderá ser acompanhado na “Fla TV”.

LEIA MAIS

As melhores notícias de esportes, direto para você

 

Quais as alternativas para assistir ao Campeonato Carioca sem a Globo