Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Após polêmica de Juninho com Neymar, presidente do Lyon defende o dirigente: “Teve coragem de se expressar”

Ex-jogador criticou a conduta de Neymar em pensar “apenas no dinheiro”

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Lyon

Em entrevista ao jornal “The Guardian”, Juninho Pernambucano avaliou o comportamento recente de Neymar. Sendo assim, o dirigente do Lyon afirmou que o atacante se transferiu para o PSG apenas pelo lado financeiro, e deveria demonstrar gratidão ao clube francês.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

Olhe para ele. Se transferiu ao PSG só por causa do dinheiro. O PSG deu tudo a ele, tudo que ele queria, e agora ele quer sair antes do fim de seu contrato. Mas agora é tempo para dar de volta, de mostrar alguma gratidão. É uma troca, você vê. Neymar precisa dar tudo que pode no gramado, mostrar total dedicação, responsabilidade e liderança”, declarou.

Após Leonardo, diretor esportivo do Paris Saint-Germain, se envolver no caso, foi a vez de Jean-Michel Aulas também comentar as palavras do brasileiro. Dessa forma, o presidente do Lyon afirmou que o ídolo do time gosta do futebol de Neymar. Diante disso, não teve nenhuma intenção em atingir o craque.

“Não fez isso para atacar o PSG. Ele adora o Neymar. Ele diz que Neymar é provavelmente o jogador mais talentoso. Mas ele citou Neymar dizendo que ele é um grande jogador e, especialmente, para dizer que Neymar pode ter desejos em outros lugares e que o dinheiro não resolve tudo. Isso (as críticas) me chateou. O que Juninho diz, eu gostaria que todas as pessoas quem gosta de futebol pudessem expressar de uma maneira totalmente aberta. Em alguns países, as coisas acontecem e são terríveis. Acho muito bom que ‘Juni’ teve a coragem, a lucidez e uma forma correta de expressar”, declarou o mandatário máximo à “RMC”.

LEIA MAIS