Patrick de Paula recorda pênalti decisivo na final do Paulista e exalta Luxemburgo: “Treinador vitorioso”

Na decisão por pênaltis contra o Corinthians, Patrick de Paula assumiu a responsabilidade e selou o título do Palmeiras

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Em entrevista ao site oficial da CBF, Patrick de Paula recordou a decisão do Campeonato Paulista. Na ocasião, o Palmeiras sofreu o empate do Corinthians no último minuto, correndo o risco de perder o título. Porém, na decisão por pênaltis, o time alviverde desbancou o rival, com o camisa 5 convertendo a última cobrança e encerrando o longo jejum do clube na competição.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Sempre gostei de bater pênalti, e senti que ali era uma forma de eu ajudar o time. Eu sou assim dentro e fora de campo, é meu estilo. Eu sempre fui tranquilo e busco fazer meu melhor dentro de campo. Sei da responsabilidade que é defender as cores do Palmeiras e vou sempre fazer meu papel e ajudar no que for preciso. Foi uma felicidade imensa, principalmente pelo título e por ter e oportunidade de ficar marcado na história do clube que me deu a oportunidade de realizar meu sonho de ser jogador de futebol.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Toda final, principalmente num clássico, as atuações individuais ficam marcadas. Eu tiver a felicidade de poder fazer um bom jogo, mas o resultado só veio pois teve empenho, dedicação e qualidade de todo grupo, comissão técnica, direção e apoio da torcida“, declarou.

LUXA E PRÓXIMO DÉRBI

Além disso, Patrick de Paula aproveitou para exaltar Luxemburgo. Em 2020, o treinador foi o grande responsável por fornecer as primeiras oportunidades no time principal, aposta que provou dar muito certo.

“Luxemburgo é um treinador vitorioso, ter ele como técnico é um aprendizado diário. A gente tem sorte de trabalhar com um cara que já viveu tudo que ele viveu no futebol e poder aprender com ele. Toda comissão técnica do clube é muito qualificada e nos ajuda a cada dia evoluir e crescermos como profissionais”, completou.

Sobre o Dérbi desta quinta (10), o volante reforçou que a intenção é sempre conquistar os três pontos. Dessa forma, vencer o rival irá dar moral para a sequência da temporada.

“No Brasileirão todo jogo vale 3 pontos, temos que pensar em vencer, seja quem for o adversário. Nosso objetivo é o título, pela grandeza e história do clube. O clássico tem uma adrenalina diferente, pela rivalidade, pelo histórico, e pela paixão da torcida, mas temos que ter em mente que temos que buscar os mesmos três pontos do jogo anterior e do próximo”, expressou.

LEIA MAIS

Deyverson parabeniza Patrick de Paula e indica “piscadinha” se o volante marcar no Dérbi: “Eles perdem a linha”