Vampeta diz que Edilson “sugeriu” Robinho no Corinthians, mas atacante negou: “Só jogo no Santos”

Robinho aguarda liberação para o clube paulista poder realizar novas contratações

Bruno Romão
23 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Ricardo Saibun/Santos FC

Em declarações na rádio “Jovem Pan”, Vampeta revelou que se encontrou com Robinho recentemente. Dessa forma, Edilson, que também estava no local com outros ex-jogadores, questionou se o atacante jogaria no Corinthians. Porém, como foi formado no Santos e virou ídolo na Vila Belmiro, ele deixou claro que não atuaria por outro clube no Brasil, e aguarda o Peixe ser liberado para inscrever novos atletas e assinar um novo contrato.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Eu estava lá no Guarujá com Muller, Edilson e Amaral, e o Robinho estava com a gente. Lá no (Jardim) Acapulco. Ele foi nos ver, estávamos gravando um programa, cumprimentou a gente. O Edilson virou para ele e falou: Vamos jogar lá no Corinthians, Robinho’. E o Robinho respondeu: ‘Não, pô. Você é louco? Depois eu vou morar em Santos… O único time que eu jogo aqui é no Santos. E eu só estou esperando a liberação de contratações para acertar com o Santos’. Aí eu perguntei: ‘Você não vai voltar lá para a Turquia? Você foi campeão turco lá…’. E ele falou: ‘Não, não… Os caras lá não renovaram, não querem, e aqui no Brasil é o Santos’. A vontade dele é jogar no Santos, só que ainda não está podendo contratar“, declarou.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Além disso, Vampeta contou que Pato, que deixou o São Paulo e está livre no mercado, e Elias, ex-Corinthians, também foram oferecidos. Agora, resta saber o trio será contratado para o elenco dirigido por Cuca.

“O Elias também está esperando e o Pato também foi oferecido”, completou.

Por conta de uma dívida com o Hamburgo, da Alemanha, pela compra do zagueiro Cléber, o Santos está impedido de realizar contratações. Porém, a diretoria articula um acordo com o time alemão, e pode ter uma decisão favorável em breve.

LEIA MAIS

Santos não se interessa por Ricardo Oliveira e tem Robinho como alvo: “É o maior ídolo da história recente”