Campeão Brasileiro com o Fluminense em 2010, Tartá acerta com clube da Série D

Ex-promessa do Fluminense, Tartá assinou contrato com o América-RN até fevereiro de 2021

Wilson Pimentel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação /Fluminense

O América-RN anunciou mais um reforço para a sequência da temporada. No início da tarde desta terça-feira, a diretoria do clube potiguar divulgou o acerto com o atacante Tartá, campeão da Série A do Brasileiro pelo Fluminense em 2010. O contrato do jogador, a princípio, vai até fevereiro de 2021.

Siga o Torcedores também no Instagram

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Além de atacante de lado, caindo pela esquerda, Tartá atua como centroavante e meia-ofensivo. Em 2020, ele disputou 14 partidas pelo Boavista. Nesse ínterim, marcou dois gols pelo verdão da Região dos Lagos. Foram 13 jogos no Campeonato Carioca e apenas uma apresentação na Copa do Brasil. Posteriormente, o atleta ficou inativo após o fim do seu contrato com o seu antigo clube.

“Chego bastante animado, tenho ótimas referências do clube e espero estar coeso junto do grupo o mais rápido possível para que a gente possa entrar nessa nossa luta que é subir para a Série C”, disse em sua apresentação.

O América-RN é o líder do Grupo 3 da Série D do Campeonato Brasileiro. O time, inclusive, já está classificado para a segunda fase do torneio. Tartá é o quinto reforço do clube para a competição. Além do ex-atacante tricolor, a equipe rubra contratou o zagueiro Neguete, ex-Remo.

A carreira de Tartá

Revelado pelo Fluminense, Tartá foi lançado nos profissionais pelo técnico Renato Portaluppi em 2007. Ao todo, ele vestiu a camisa tricolor em 85 oportunidades. Além disso, o atacante marcou nove gols. Nesse ínterim, foi comandado em sequência por René Simões, Cuca, Carlos Alberto Parreira, Muricy Ramalho, Enderson Moreira e Abel Braga. Porém, não correspondeu às expectativas e nunca conseguiu se firmar durante a sua passagem pelas Laranjeiras.

Após deixar o Fluminense, Tartá acumulou passagens por diversos clubes brasileiros: Athletico Paranaense, Vitória, Criciúma, Goiás, Joinville, Red Bull Bragantino, Brasiliense e Boavista. No exterior, ele atuou pelo Kashima Antlers, do Japão, Ulsan Hyundai, da Coréia do Sul, BEC Tero Sasana, da Tailândia e Foolad FC, da Índia.

LEIA MAIS: