Clube aciona Atlético-MG na Fifa e cobra milhões por Borrero

 

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgacao/Atlético

 

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

O Independiente Santa Fé, da Colômbia, acionou o Atlético na Fifa alegando atrasos no pagamento pela transferência do meia-atacante Dylan Borrero. De acordo com informações do Globoesporte.com, o clube colombiano havia acertado com os brasileiros o valor de 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões na cotação da época) de forma parcelada. Entretanto, o Galo não teria honrado com o compromisso. 

Diante disso, o Independiente entrou com uma ação no Comitê de Players Status da entidade em 28 de julho. Ainda segundo a publicação, o Atlético teve decisão desfavorável no mês passado e foi condenado a pagar 645 mil euros (R$ 4,15 milhões na cotação atual) ao Santa Fe. 

A cobrança foi feita da seguinte forma: cinco parcelas de € 100 mil que precisariam ser quitadas entre fevereiro e junho, mais 100 mil da parcela de janeiro, que era em 200 mil. Além disso, outros 45 mil são de multa por atraso. 

A decisão proferida ainda cabe recurso. Em sua manifestação no comitê da Fifa, a diretoria alvinegra não contestou os valores, mas classifica as multas como “vagas e arbitrárias”. O prazo para q quitação é de 45 dias a partir da data que o clube for notificado e receber as informações bancárias dos colombianos. 

Caso não cumpra a decisão, o Atlético será proibido de fazer novas aquisições na janela internacional. 

Pouco utilizado desde quando foi contratado, Dylan ganhou uma oportunidade neste final de semana diante do Ceará. Apesar do bom jogo que fazia, acabou expulso após uma cotovelada no adversário. 

LEIA MAIS: