Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Atlético-MG ou Grêmio: O que sabemos sobre a possível saída de Leandro Castan do Vasco?

Leandro Castan tem contrato com o Vasco até dezembro de 2022

Wilson Pimentel
Jornalista esportivo desde 1998. Cobriu os principais eventos esportivos da última década. Passou pelas redações do SBT, Record TV, CNT, Esporte Interativo, Rádio Tupi, Rádio Brasil e Rádio Manchete. É correspondente de veículos de comunicação da Colômbia, Croácia, Paraguai e Portugal. Está no Torcedores.com desde 2019.

Crédito: Rafael Ribeiro /Vasco

Após terminar de maneira melancólica a última temporada com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama concentra suas atenções para o planejamento visando a volta do clube à elite do futebol nacional.

A princípio, a diretoria do Vasco projeta uma redução de 15% a 25% na folha do departamento de futebol. O valor pode aumentar nos próximos dias caso o clube consiga negociar um de seus principais jogadores nos últimos anos: Leandro Castan.

O Torcedores.com apurou a situação envolvendo o real interesse do Atlético-MG e Grêmio com pessoas ligadas a Leandro Castan para saber se existe de fato a possibilidade do defensor deixar o clube de São Januário nesta temporada.

O Atlético-MG de fato busca peças para o setor defensivo. Recentemente, a diretoria atleticana buscou informações sobre Gustavo Henrique, do Flamengo e Robert Arboleda, do São Paulo. Porém, os altos valores inviabilizam compra dos direitos econômicos dos atletas.

Já o Grêmio pensa em um nome que chegue para comandar a concorrida zaga que atualmente conta com Pedro Geromel e Walter Kannemann. Por outro lado, David Braz deu pouco retorno ao clube nos últimos meses e deve ser negociado pela diretoria tricolor.

A reportagem do Torcedores.com apurou ainda com pessoas ligadas ao atleta que os clubes procuraram Marcelo Castan, pai e empresário do zagueiro, afim de buscar detalhes financeiros para tentar viabilizar a contratação do atleta de 34 anos.

O Atlético-MG, que conta com um bom aporte financeiro de seus patrocinadores, está disposto a oferecer um contrato de uma temporada. Além disso, o Galo deseja incluir uma cláusula de produtividade caso o atleta dispute atue 75% dos jogos do time na temporada.

Por outro lado, a missão do Grêmio é um tanto complicada, uma vez que o não pode empenhar muito dinheiro para comprar o zagueiro. No entanto, a diretoria tricolor conta com o técnico Renato Portaluppi para convencer o atleta se transferir para o Tricolor Imortal.

O Torcedores.com apurou há alguns dias que, antes mesmo de o Vasco ser rebaixado, Castan foi contatado por dirigentes tanto do Atlético-MG quanto do Grêmio. Porém, o defensor não quis conversar com os clubes devido à situação delicada do Gigante da Colina no Brasileirão.

Procurada pela reportagem do Torcedores.com, a diretoria do Vasco não quis se manifestar sobre o assunto. Contudo, o clube trata o tema como mais uma especulação de mercado. No entanto, a diretoria não pretende dificultar uma eventual negociação.

A situação de Leandro Castan no Vasco

Leandro Castan tem contrato com o Vasco até dezembro de 2022. Desde que desembarcou em São Januário foi cobiçado por Corinthians e São Paulo. Atualmente é, ao lado de Fernando Miguel, Yago Pikachu, Werley, Martín Benítez e Germán Cano, um dos jogadores mais caros do atual elenco vascaíno.

Em maio de 2019, Leandro Castan exigiu uma valorização financeira para renovar com o Vasco. Considerando apenas a parte CLT do salário, o zagueiro teve um aumento de 110% em relação ao seu primeiro contrato com o clube.

Após as saídas de Bruno César, Fellipe Bastos, Máxi López e Ramón, ele tornou o jogador mais bem pago pelo Vasco. De acordo com fontes ligadas ao departamento de futebol, o ‘pacote’ do defensor custa R$ 400 mil por mês entre salários e bônus por produtividade.

Como Leandro Castan e seu staff estão irredutíveis para aceitar a repactuação de salário proposta pelo Vasco para esta temporada, a tendência é que o jogador seja colocado à disposição no mercado visando uma possível transferência.

Aos 34 anos, o zagueiro tem multa contratual estipulada em R$ 30 milhões. Porém, o Vasco está disposto a aceitar uma negociação por um valor menor desde que o passe seja comprado à vista, ou seja, sem parcelamentos ou inclusão de atletas para abater o valor da transação.

A diretoria vê com bons olhos uma possível saída de Leandro Castan. Com os recursos, o Vasco irá fazer uma economia significativa. Além disso, reunirá condições de organizar a folha salarial do departamento de futebol e funcionários do clube.

Leandro Castan tem sondagens do exterior

Além de Atlético-MG e Grêmio outros clubes desejam contratar Leandro Castan. São dois da Europa com interesse: o Besiktas, da Turquia e o Empoli, da Itália. Há também interesse de um clube da MLS cujo o nome é mantido sob sigilo por uma questão de estratégia de mercado.

As melhores notícias de esportes, direto para você

    

 

LEIA MAIS: 

América-MG negocia com ex-atacante de Botafogo e Vasco livre no mercado 

Crise política, dinheiro escasso e resgate da credibilidade: Jornalistas avaliam chegada do técnico Marcelo Cabo no Vasco

Marcelo Cabo: tática, times, títulos, duas Copas do Mundo e mais da carreira do novo técnico do Vasco