Atlético-MG: Cuca responde entrevista polêmica de Hulk; assista

Cuca falou sobre as cobranças de Hulk após vitória do Atlético

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: TV Galo

Após a vitória do Atlético sobre o Athetic, sábado, pelo Campeonato Mineiro, Hulk não escondeu sua insatisfação com os poucos minutos em campo desde a chegada de Cuca. Na coletiva, logicamente o técnico do Galo foi questionado sobre a forte entrevista do atacante.

“Tive ontem (sexta) uma conversa com ele, antes do treinamento, e o perguntei em qual posição queria jogar. Ficou decidido que iria atuar de 9. Depois, no decorrer do jogo, vi que ele estava com uma certa dificuldade ali; pus ele na ponta direita, com o Sasha. Depois trouxe o Savarino para a direita, e voltei o Hulk para centroavante. Como eu havia prometido ontem, ele iria jogar os 90 minutos, independentemente de estar bem ou mal, até para ter segurança, não ficar preocupado em ser substituído. Passei essa tranquilidade a ele”, afirmou Cuca.

“A sequência de minutos é uma coisa recíproca. Você dá essa sequência de minutos, quando o jogador te dá todo o respaldo. Não que ele não esteja dando respaldo, mas eu tenho junto dele o Savarino que joga por ali, o Savinho, o Sasha, o Vargas… São disputas que ocorrem. Tento ser o mais correto possível com todos, mais coerente também. Às vezes a coerência é minha necessidade. Mas isso é muito raro. Ele jogou praticamente todas as partidas comigo, de titular ou entrando no decorrer delas. Cuido de todos, e não separado de um. Cuido de todos iguais e com o Hulk também é assim – completou.

Contratado em janeiro, Hulk realizou até aqui nove jogos com a camisa do Atlético. Até o momento, anotou apenas um gol. Em seu início no Galo, atuou mais aberto pela direita. Hoje, foi testado na função de centroavante.

O alvinegro terminou em primeiro lugar no Campeonato Mineiro. Com 27 pontos, perdeu apenas dois jogos, vencendo os outros nove. Agora, aguarda a definição do adversário nas semifinais.

Agora, o desafio volta a ser a Libertadores da América. Na terça, recebe o América de Cali-COL, no Mineirão.

LEIA MAIS: