Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente do Fluminense prega paciência no interesse por Willian: “Depende de uma decisão do Palmeiras”

Atacante do clube paulista é um dos principais alvos do Fluminense para a temporada

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Cesar Greco/Palmeiras

Ciente de que precisa de um time forte, principalmente para a disputa da Libertadores, o Fluminense busca trazer nomes de qualidade para o elenco de Roger Machado. Dessa forma, Mário Bittencourt, presidente do time carioca, justificou o motivo das negociações com Willian estarem paralisadas. Além disso, o dirigente também revelou o motivo do acerto com Matheus Babi não ter se concretizado.

“O que temos de concreto é uma negociação com dois zagueiros, que iniciamos e estamos tentando concluir. O Willian é um jogador que sempre nos interessou, desde o início, mas depende de uma decisão interna porque ele tem contrato com o Palmeiras até dezembro, e está jogando as finais“, declarou à “FluTV“.

“Fizemos a proposta pelo Babi, o clube que detém os direitos (Serra Macaense) aceitou, mas o Botafogo não se interessou em fazer a operação conosco naquele momento, e saímos da operação”, completou.

Além disso, Bittencourt afirmou que outros nomes estão no radar da diretoria. Sem revelar os jogadores, o mandatário máximo do Fluminense tranquilizou os torcedores sobre o prazo para ter os atletas na Libertadores.

“Tem mais três ou quatro situações em andamento, que prefiro não falar neste momento. Estamos discutindo internamente, conversando com representantes e clubes, e esperamos que a gente consiga concluir. Ontem até recebi a pergunta de um torcedor: “Vamos conseguir contratar a tempo de inscrever?”. Óbvio que sim, que vamos contratar antes das inscrições. Temos certeza que vamos conseguir uns dois ou três bons nomes ainda para fortalecer um pouco mais o nosso grupo, que já consideramos muito bom“, disse.

LEIA MAIS