Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Champions League: Rüdiger se desculpa com De Bruyne

Alemão e belga se envolveram em dividida que resultou em duas fraturas na face de De Bruyne na final da Champions League

Alexander Rodrigues
Colaborador do Torcedores

Crédito: Simon Stacpoole/Offside via Getty Images

Ainda no rescaldo da grande final da UEFA Champions League do último sábado entre Chelsea e Manchester City, o zagueiro alemão Antonio Rüdiger foi às suas redes sociais para se desculpar com Kevin De Bruyne pelo lance fatídico da decisão que vitimou o jogador belga.

“Lamento muito, Kevin, por sua lesão. Claro, isso não foi intencional da minha parte. Eu realmente desejo a ele uma recuperação rápida e espero que possamos vê-lo em campo novamente em breve.” – afirmou o defensor do Chelsea.

O lance foi aos 15 minutos e o que mais chamou atenção era o fato de o meia do City ter saído desnorteado de campo e com o olho inchado. No dia seguinte, De Bruyne tranquilizou seus fãs em suas redes sociais.

“Oi, pessoal. Acabei de voltar do hospital. Meu diagnóstico é fratura óssea aguda do nariz e fratura na órbita esquerda. Eu me sinto bem agora. Ainda estou decepcionado com ontem, obviamente, mas voltaremos.”

Passada a Champions League, agora o craque do Manchester City e da Bélgica terá duas semanas para se recuperar, pois sua seleção fará a estreia na Eurocopa, no dia 12 de junho, contra a Rússia. Dinamarca e Finlândia serão os outros adversários do grupo B na caminhada para o tão sonhado título continental.

Já a Alemanha de Rüdiger se encontra no difícil grupo F ao lado de França, Hungria e Portugal. Os alemães estreiam no dia 15 de junho na Allianz Arena, frente aos franceses e esperam uma boa vitória para buscar o tetra do torneio continental.

Leia mais:

Mercado da bola: Arsenal briga por argentino destaque da 2º divisão inglesa

Mercado da bola: Barcelona quer devolver brasileiro para diminuir dívida

Mercado da bola: Lewandowski fala sobre “novos ares”

Mercado da bola: estrela do Tottenham dá adeus