Muralha pega 2 pênaltis, classifica Mirassol para a semifinal do Paulistão e desabafa: “Julgado de forma injusta”

Após a partida, Muralha desabafou e diz ter sido perseguido pela mídia brasileira

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores.com.

Com ajuda de Muralha, que pegou duas penalidades, o Mirassol bateu o Guarani por 4×3, nos pênaltis e se classificou para a semifinal do Campeonato Paulista. Após a partida, o goleiro relembrou o período em que foi alvo de criticas e desabafou.

“Às vezes a gente é julgado de uma forma muito injusta. A profissão de goleiro é muito difícil, hoje nós temos muitas responsabilidades. De fato eu fiquei marcado por isso [críticas no Flamengo], mas Deus é fiel e sempre está me abençoando. Fico feliz hoje por ter podido ajudar os meus companheiros. Pés no chão, a gente merece coisa maior, trabalhar por coisas grandes. A gente é um time muito trabalhador, nosso grupo tá de parabéns”, começou dizendo em entrevista ao Premiere.

“É muito difícil passar pelo que eu passei. Tive que sair, rodar o mundo, sumir um pouco da mídia brasileira para ver se tiravam um pouco o foco de mim. Só Deus sabe o que eu tive que passar. Estou muito feliz. Agora é comemorar e descansar porque a nossa jornada continua”, finalizou o Muralha.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Muralha faz ótimo campeonato e já havia se destacado nos confrontos contra o Palmeiras, onde pegou um pênalti, e no jogo contra o São Paulo, quando fechou o gol. Ao final da partida contra o Tricolor ele recebeu elogios de Crespo, técnico do time do Morumbi.

Classificado, o Mirassol aguarda o vencedor de São Paulo e Ferroviária para conhecer o seu adversário na semifinal do Paulistão.

Mais sobre o autor: Twitter

LEIA MAIS:

Mercado da bola: Flamengo recebe proposta para vender atacante

Neto diz que ‘Paulistinha’ agora é Champions League para o Palmeiras

Mercado da bola: clube de Série A encaminha contratação de Paulinho, destaque da Chapecoense em 2020

Tiago Nunes aponta jogador do Grêmio com potencial para chegar à Seleção Brasileira