Presidente do Cruzeiro dispara contra o Palmeiras sobre Messinho: ‘Imoral’

Sérgio Rodrigues viu imoralidade do Palmeiras, clube que tinha “ótima relação” com o Cruzeiro

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgacao/Cruzeiro

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Rodrigues, falou pela primeira vez sobre a polêmica saída de Estevão Willian, o Messinho (14 anos), considerado a grande joia da Raposa nos últimos anos e que acabou recentemente assinando contrato com o Palmeiras.

Sérgio admite ter ficado surpreso pelo comportamento adotado pelo Verdão, uma vez que tinha uma boa relação com os paulistas. Na visão do mandatário celeste, não há dúvidas de que houve imoralidade por parte do Palmeiras.

– A gente sempre bateu na tecla, não de ilegalidade, porque não houve, mas de imoralidade, porque isso, com certeza absoluta (houve). Sempre tivemos ótima relação com o Palmeiras, principalmente com o diretor da base, eu pessoalmente tinha uma relação pessoal com ele, já o conhecia há muito antes de estar no Palmeiras. Então surpreende que ainda tem gente no futebol que aja desta forma. Poderia ter sido feita uma conversa amigável para que a coisa não desenrolasse para a forma que ela desenrolou – criticou Sérgio em entrevista ao ge.com

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Veja também: Mercado da Bola: Palmeiras acerta saída de meio-campista para clube brasileiro

A partir do fim de abril, Estevão Willian já poderia assinar um vínculo esportivo com qualquer clube, ocasião em que completaria 14 anos. No primeiro dia de maio, o jovem fechou com o Palmeiras. O Cruzeiro acredita que o garoto utilizou a estrutura da Raposa já acertado com o Verdão.

– Provavelmente ele usou a nossa estrutura com contrato já assinado com outra equipe. Então, a gente fica muito chateado, e isso mostra algumas coisas que precisam mudar no rumo do futebol brasileiro – afirmou Sérgio Rodrigues.

A princípio, Estevão assinou por três anos com o Palmeiras. O pai do menino, Ivo Gonçalves, alegou ter recusado propostas até melhores do ponto de vista financeiro.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Lateral deixa o Palmeiras e fecha com clube brasileiro