Ulisses Costa diz que jogadores “precisam ser alguém” no futebol antes de rejeitarem a Seleção

Narrador e comentarista da Band, Ullisses Costa ressaltou que a Covid “está sendo utilizada de uma maneira muito infeliz por alguns grupos”

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Reprodução/Jogo Aberto

O narrador Ulisses Costa criticou os jogadores da seleção brasileira por cogitarem não jogar a Copa América nesta segunda-feira (7). De acordo com o profissional da Band, a Covid “está sendo utilizada de uma maneira muito infeliz por alguns grupos” e afirmou que os atletas precisam ser alguém no futebol para poder rejeitar a camisa canarinha.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!


VEJA TAMBÉM:

Em meio à crise na CBF, Rogério Caboclo é afastado da presidência após acusação de assédio

Podendo ser demitido, Tite conversa com 4 jogadores em treino e esboça mudanças em escalação

Após confusão e afastamento de Caboclo, atletas da Seleção decidem jogar a Copa América


“Eu acho que o maior importante de tudo é a seleção brasileira, é o Brasil. O que me chama a atenção nesses jogadores é, se eles iam atuar em outro país, porque não atuar no Brasil na Copa América. Se existisse uma preocupação com a Covid, pelo menos é o que vendem… isso tem sido utilizado muito, lamentavelmente. É uma coisa que ceifa a vida de pessoas e está sendo utilizada de uma maneira muito infeliz por algumas pessoas, por alguns grupos. Isso entristece a gente”, disse o narrador.

“Esses jogadores… por que não falaram que não iria disputar na Argentina, ou onde for a Copa América? Quando voltou ao Brasil, “não vamos jogar”. Tem que ficar ligado no que fala. E olha, para falar que não vai vestir a camisa da seleção brasileira tem que ter pelo menos um título mundial, tem que ser alguém. Até agora esses que estão aí não fizeram nada”, completou Ulisses Costa durante o Jogo Aberto.